Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



AUTOMOBILISMO- DAKAR SEM CARLOS SOUSA E MIGUEL RAMALHO

Quarta-feira, 08.01.14
"SAIMOS TRISTES, MAS DE CONSCIÊNCIA TRANQUILA,PORQUE FIZEMOS TUDO O QUE ESTAVA AO NOSSO ALCANCE PARA CHEGAR AO FINAL DA SEGUNDA ETAPA E CONTINUARMOS EM PROVA"
A MÁGOA DO PILOTO ALMADENSE, CARLOS SOUSA QUE DEPOIS DE TER VENCIDA A PRIMEIRA ETAPA, UMA AVARIA NA SEGUNDA ETAPA ACABOU COM O SONHO
Vencer logo no primeiro dia uma etapa no Dakar, foi um começou auspicioso para Carlos Sousa, mas a etapa seguinte, foi madrasta para as aspirações do piloto português.
O piloto almadense, Carlos Sousa que  foi o grande vencedor da primera etapa do Dakar,acabou de forma inglória acabar por ser desqualificado, numa decisão da Organização, que o próprio Carlos Sousa classifica de radical e que contraria aquilo que é o espirito do Dakar, na segunda etapa da prova devido a uma avaria, que acabou por o afastar de continuar em prova.Aqui partilhamos a mágoa do piloto Carlos Sousa:
"Infelizmente, o Dakar 2014 acabou demasiado cedo para nós. Saímos tristes, mas de consciência tranquila, porque fizemos tudo o que estava ao nossa alcance para chegar ao final da segunda etapa e continuarmos em prova. Como já disse antes, custa-me perceber a decisão da organização, apesar de a termos de aceitar. O meu sincero e profundo obrigado a todos os que, de uma maneira ou de outra, nos transmitiram o seu apoio. É impossível agradecer a todos individualmente, mas fica aqui o meu agradecimento público. Face à forma como iniciamos este Dakar, acredito que poderíamos ter ido longe e ambicionar um bom resultado. Demos um grande salto competitivo este ano e, embora continue a acreditar que seria muito difícil, senão mesmo impossível, lutarmos por um pódio, acho sinceramente que poderíamos ter conseguido melhorar o sexto lugar de 2012 e 2013. É uma dúvida que ficará. O meu obrigado também a toda a equipa técnica da SMG e naturalmente à Great Wall Motors, pela forma empenhada e apaixonada com que continua a encarar este projeto. Apesar de abruptamente interrompido, o sonho continua e espero sinceramente estarmos de volta ao Dakar já no próximo ano. Um abraço para todos os portugueses que continuam em prova e um abraço especial para o Ruben Faria e votos de uma rápida recuperação. OBRIGADO A TODOS e até breve.
Extraído da mensagem deixada por Carlos Sousa na sua página do Facebook.
Foto: Infelizmente, o Dakar 2014 acabou demasiado cedo para nós. Saímos tristes, mas de consciência tranquila, porque fizemos tudo o que estava ao nossa alcance para chegar ao final da segunda etapa e continuarmos em prova. Como já disse antes, custa-me perceber a decisão da organização, apesar de a termos de aceitar. O meu sincero e profundo obrigado a todos os que, de uma maneira ou de outra, nos transmitiram o seu apoio. É impossível agradecer a todos individualmente, mas fica aqui o meu agradecimento público. Face à forma como iniciamos este Dakar, acredito que poderíamos ter ido longe e ambicionar um bom resultado. Demos um grande salto competitivo este ano e, embora continue a acreditar que seria muito difícil, senão mesmo impossível, lutarmos por um pódio, acho sinceramente que poderíamos ter conseguido melhorar o sexto lugar de 2012 e 2013. É uma dúvida que ficará. O meu obrigado também a toda a equipa técnica da SMG e naturalmente à Great Wall Motors, pela forma empenhada e apaixonada com que continua a encarar este projeto. Apesar de abruptamente interrompido, o sonho continua e espero sinceramente estarmos de volta ao Dakar já no próximo ano. Um abraço para todos os portugueses que continuam em prova e um abraço especial para o Ruben Faria e votos de uma rápida recuperação. OBRIGADO A TODOS e até breve.
Depois de um início notável, com a vitória na primeira etapa e uma liderança histórica para a equipa Great Wall Motors, Carlos Sousa e Miguel Ramalho estão já fora do Dakar 2014. O enorme atrasado averbado na etapa de ontem, na sequência da rutura do turbocompressor do SUV HAVAL, logo ao km 33 da especial, ditou a exclusão da dupla portuguesa, que chegou ao bivouac já de madrugada (cerca das 2h30 locais), falhando um total de 10 way points.
Para ler o comunicado de imprensa na íntegra, p.f. aceda ao seguinte link:
http://pt.scribd.com/doc/196977301/COMUNICADO-DE-IMPRENSA-CARLOS-SOUSA-DAKAR-2014
COMUNICADO DE IMPRENSA
DAKAR 2014
Terça-feira, 7 de janeiro 2014
 
Carlos Sousa e Miguel Ramalho estão fora do Dakar 2014 após liderarem
Depois de um início notável, com a vitória na primeira etapa e uma liderança histórica para aequipa Great Wall Motors, Carlos Sousa e Miguel Ramalho estão já fora do Dakar 2014.O enorme atrasado averbado na etapa de ontem, na sequência da rutura doturbocompressor do SUV HAVAL, logo ao km 33 da especial, ditou a exclusão da dupla portuguesa, que chegou ao bivouac já de madrugada (cerca das 2h30 locais), falhando umtotal de 10 way points
.
“Fizemos tudo o que estava ao nosso alcance para cumprir integralmente o percurso,só que revelou-se impossível ultrapassar a zona de dunas, nos 30 quilómetros finais.Sem o auxílio do turbo, o carro não tinha potência suficiente para progredir na areia e nem com a ajuda do camião de assistência conseguimos superar este último obstáculo. Por isso, tomámos a única decisão possível, abandonando a pista e seguindo até ao bivouac por um caminho alternativo. Com isso, falhámos vários way points e a Organização acabou por excluir-nos da prova”
, revelou Carlos Sousa,comentando esta decisão.
“Acho que é uma decisão demasiado radical e que contraria aquilo que é o espírito do Dakar. Se abandonámos a pista foi porque esgotamos todas as alternativas para chegar ao fim da especial pelos nossos próprios meios. Aceitaria toda e qualquer penalização, mas gostaria de ter continuado em prova. É um desfecho inglório após tantas e tantas horas de esforço”, desabafou o piloto.Recorde-se que em 15 participações na prova, esta é a segunda vez que Carlos Sousa é forçado a desistir. A primeira foi no Dakar de 2000, numa edição em que também venceu a especial de abertura.
Saio daqui triste, muito triste mesmo. Em apenas 48 horas, fomos do céu ao inferno!Estava muito confiante que poderíamos lutar por um bom resultado este ano. O carromelhorou bastante e acho que poderíamos manter o andamento que evidenciámoslogo na primeira etapa. Talvez lutar por um pódio fosse difícil face ao nível ,competitivo das outras equipas,mas acho que eríamos capazes de melhorar o resultado das últimas ediçõs.Agora resta-nos esperar pelo próximo ano e perceber quais vão ser o plano da Great Wall para o futuro.Para já,ficou marcada uma reunião na China no próximo mês de Fevereiro" Concluiu Carlos Sousa

  Fonte. publicado por AtlelierdoCaractere

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por DesportoAlmada/Joaquimfcandeias às 15:25





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Contador