Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DESPORTO ALMADA

Informação Desportiva ,Crónicas, Reportagens,Entrevistas, Resultados Envie as noticias do seu clube para o e-mail joaquim.reporter@gmail.com

DESPORTO ALMADA

Informação Desportiva ,Crónicas, Reportagens,Entrevistas, Resultados Envie as noticias do seu clube para o e-mail joaquim.reporter@gmail.com

ALMADA,4-DESPORTIVO PORTUGAL,0

Avatar do autor Joaquim Candeias, 29.01.13

UM GOLO E UMA JOGADA DE LABORATÓRIO QUE AQUI PARTILHAMOS


Tik Tak Almadense vs Tiki Taka

Jogo: Almada Atlético Clube (4-0) Desportivo de Portugal
Campeonato Distrital da Associação de Futebol de Setúbal – 1ª Divisão
14ª Jornada – Domingo 27 de Janeiro 2013 – 15:00H
Complexo Desportivo do Pragal, em Almada.

3º Golo do Almada AC, aos 83 minutos de jogo:

 

VEJA AQUI NO LINK O LANCE DO GOLO

http://www.youtube.com/watch?v=gEE8t56mwaI


Relato do golo, pé-para-pé: Pedro Cardoso, Bruno Pais, Paulo Pina, Pedro
Cardoso, Bruno Pais, Sérgio Zeferino, Luís Costa, Bruno Pais, Sérgio
Zeferino, Bruno Pais e Suelves a finalizar.

De referir que neste momento do jogo, a equipa adversária tinha menos um
elemento em campo, devido a expulsão


ALMADA ATLÉTICO CLUBE: Pedro Cardoso; Bruno Pais, Paulo Pina, Bruno
Mareco, Paulo Costa; Ruben Calado, Fábio Nunes (Suelves, 59’), Ricardo
Dinis, Paulo Gomes (Luís Costa, 69’); Nuno Cirilo (cap) e Daniel Pires
(Sérgio Zeferino, 76’).

Treinador: Prof. Élio Santos

Após uma manhã, e um início de tarde, chuvosa, o estado do terreno,
encharcado, eleva o grau de dificuldade desta excelente jogada. Parabéns a
todo o Grupo de trabalho, um exemplo de dedicação!

 Fonte: A Direção AAC
Pedro Silva

 


                                                            &&&&&&&&--------&&&&&&& 

 


                                       Fase do jogo Beira Mar de Almada,2- Monte de Caparica,3
  ALMADA ATLETICO CLUBE  REFORÇOU LIDERANÇA

O Almada foi o grande beneficiado da ronda 14ª do Distrital da 1ª Divisão, ao vencer o Desportivo de Portugal e tirar partido das derrotas do Cova da Piedade, Beira Mar de Almada e do empate do Alcochetense, para ficar mais isolado no topo classificativo, aqual está assim ordenada:

1º Almada,29 pontos

2º Cova da Piedade,26

3º Beira Mar de Almada,24

4º Pescadores,23

5º Alfarim,23

6ºAlcochetense,22

7ºMonte de Caparica,21

8º Olimpico do Montijo,20

9ºComércio Indústria,19

10º Desportivo Portugal,19

11ºPalmelense,18

12º Grandolense,18

13º Vasco da Gama de Sines,17

14º Paio Pires,14

15º 1º Maio Sarilhense,8

16ºMelidense,5 pts

1ª DIVISÃO BEIRA MAR DE ALMADA,2- MONTE DE CAPARICA,3

Avatar do autor Joaquim Candeias, 27.01.13

BEIRA MAR DE ALMADA,2- MONTE DE CAPARICA,3

 EMOÇÃO E GOLOS NO DÉRBI QUE ACABOU POR TER UM JUSTO VENCEDOR

Lance que ditou o terceiro golo da equipa do Monte de Caparica, com o guarda redes Palas a ser impotente para deter o remate de Joel

 Partida realizada no campo de Mutela, em Cacilhas. Ao intervalo:2-0

Sob a arbitragem de Mauro Santos que foi auxiliado por Acácio Guedes, lado do peão e Pedro Afonso, do lado dos balneários.

As equipas alinharam:

Beira Mar de Almada- Palas; Adimar,Marco,Augusto (cap.) e Bacari (Adil, aos 58 minutos); Paulo Pereira (Ruben, aos 86 minutos),Pipo (João Oliveira, aos 78 minutos) e Jonas; Ivo e Pedro Barral.

Treinador- João Luís

Ação disciplinar- cartão amarelo para Bacar (36m),Marco (44m) e Paulo Pereira (52m).

 

Monte de Caparica- Mascarenhas; Frederico,Nelson,Conceição (Canário, aos 30 minutos) e Benja; Pelé, Bala (Gelson,aos 62 minutos),Jota (cap.) e João Monteiro (Austrelino, aos 73 minutos); Joel e Nuno Bomba.

Treinador- Márcio Rodrigues

Ação disciplinar- cartão amarelo para Canário (40m),Pelé (57m),Frederico (66m) e Austrelino (92m). Cartão vermelho a Canário, aos 69 minutos por acumulação de amarelos.

 

Golos: 1-0, aos 5 minutos livre marcado por Feiteira, para a área dos visitantes, a bola foi aliviada por um defensor da equipa do Monte para fora da área, onde apareceu Pedro Barral que de primeira rematou forte, batendo o guarda-redes Mascarenhas que ficou pregado ao chão sem qualquer reação ao remate do médio da equipa da casa.

 2-0, aos 31 minutos por Bacari que acorreu a um cruzamento do lado direito do seu ataque, efetuado por Ivo, para fazer o golo.

2-1, aos 50 minutos Joel com um excelente remate bateu o guarda-redes Palas.

2-2, aos 64 minutos defesa incompleta de Palas para a frente, onde apareceu Nuno Bomba que com forte remate fez o empate.

 2-3, aos 81 minutos por Joel na cobrança de um livre, não dando hipóteses ao guarda-redes do Beira-Mar.

 

Excelente partida de futebol aquela que foi nos dada a presenciar no reduto do Beira Mar de Almada. A equipa da casa entrou em campo mais determinada e á passagem da meia hora já vencia por duas bolas, foi o melhor período da turma liderada pelo técnico João Luís, a partir daí a equipa do Monte começou a ganhar algum ascendente e nos últimos dez minutos, disfrutou de alguma oportunidades de golo, umas evitadas pelos postes e outras pelo guarda-redes Palas e assim se atingiu o intervalo.

Na segunda parte o carisma do jogo não se alterou, com a turma do Monte a pressionar o último reduto dos visitados e o golo acabou finalmente por aparecer. Este golo galvanizou ainda mais os visitantes e Joel uma vez mais a dar sinal de perigo ao enviar a bola á barra de Palas. O ascendente da equipa visitante veio a ser compensado com a obtenção do segundo golo, ocorrida á passagem do minuto 64.

A equipa da casa tentou reagir e aos 67 minutos, após um lance de contra ataque, o mesmo foi travado em falta pelos defensores da equipa do Monte de Caparica, na conversão do livre Feiteira, obrigou Mascarenhas a defesa para canto, na conversão do mesmo o Beira-mar esteve perto do golo, com Pedro Barral a rematar e a bola a cruzar toda a área pequena do guarda-redes visitante.

 

 

A equipa da casa conseguiu assim travar o ímpeto da equipa visitante e em dois lances de contra ataque, ocorridos aos 71 e 79 minutos viu o guarda-redes Mascarenhas negar o golo Mas o domínio exercido a meio campo por parte da equipa do Monte de Caparica veio a determinar o vencedor

 Triunfo justo da equipa do Monte de Caparica que foi mais audaz e acabou por ser mais feliz no capítulo da finalização, na segunda metade da partida, ao invés da equipa do Beira-Mar, que com o resultado em 2-2, teve duas excelentes oportunidades de passar para a frente do marcador

 

O trabalho da equipa de arbitragem liderada pelo árbitro Mauro Santos, apesar de um ou outro lance que nos deixou algumas dúvidas acabou por estar num nível aceitável.

 

 

 

 Almada goleou o Desp Portugal

 Resultados da 14ª:Paio Pires,2-1º Maio Sarilhense,2; Grandolense,1-Melidense,0;Almada,4-Desp.Portugal,0; Alcochetense,2-Comércio Indústria,2; Pescadores,3-Alfarim,0; Vasco da Gama,1-Palmelense,0; Olimpico do Montijo,2-Cova da Piedade,1 e Beira Mar de Almada,2-Monte de Caparica,3.

 ALMADA REFORÇOU LIDERANÇA

Classificação: 1º Almada,29 pontos; 2º Cova da Piedade,26; 3º Beira Mar,24; 4ºs Pescadores e Alfarim,23; 6º Alcochetense,22; 7º Monte de Caparica,21; 8º Olimpico do Montijo,20; 9ºs C.Indústria e Desp.Portugal,19; 11ºs Palmelense e Grandolense,18; 13º Vasco da Gama de Sines,17; 14º Paio Pires,14; 15º 1º Maio Sarilhense,8 e 16º Melidense, 5 pts.

Jogos da 14ª jornada da 1ª Divisão Distrital

Avatar do autor Joaquim Candeias, 26.01.13

O ALMADA RECEBE O DESP.PORTUGAL ENQUANTO O COVA DA PIEDADE DESLOCA-SE AO MONTIJO

No campo da Mutela, mais um derby concelhio, o Beira Mar de Almada- Monte de Caparica

A 14ª jornada do Campeonato Distrital da 1ª Divisão, a realizar-se este domingo dia 27 engloba os seguintes jogos.

 
Paio Pires - 1º Maio Sarilhense (árbitro-Rodrigo Pereira).
Grandolense-Melidense(árbitro- João Martinho).
O.Montijo- Cova da Piedade(árbitro-Oscar Vieira).
Alcochetense-C.Indústria(árbitro João Rego Marques
Almada- Desportivo Portugal(árbitro- Rui Ramos).
Pescadores- Alfarim( árbitro-Tiago Marques).
Beira Mar de Almada- Monte de Caparica( árbitro-Mauro Santos).
Vasco da Gama de Sines- Palmelense(árbitro- Miguel Miranda).
 
A classificação está assim ordenada: 1ºs Cova da Piedade e Almada, ambos com 26 pontos; 3º Beira Mar de Almada,24; 4ºAlfarim,23; 5º Alcochetense,21; 6ºCosta de Caparica,20; 7º Desportivo de Portugal,19; 8ºs Monte de Caparica,Palmelense e Comércio Indústria,18; 11ºOlimpico do Montijo,17; 12º O Grandolense,15; 13º Vasco da Gama,14; 14º Paio Pires,13; 15º 1º Maio Sarilhense,7 e 16º e último o Melidense,5 pontos

1ª DISTRITAL---- COVA DA PIEDADE,0 VASCO DA GAMA,0

Avatar do autor Joaquim Candeias, 24.01.13

COVA DA PIEDADE,0- VASCO DA GAMA DE SINES,0

PIEDENSES VOLTAM A PERDER PONTOS EM CASA

Partida realizada no passado domingo,dia 20 de Janeiro no Estádio Municipal José Martins Vieira, na Cova da Piedade.Sob a arbitragem de Tiago Marques que foi auxiliado por Rafael Lopes e Tiago Bolega.Núcleo de Setúbal

As equipas alinharam:

Cova da Piedade-Nuno Madureira; Tralhão, Gaspar, Pedro Henriques e Tiago Meira (cap.); França, Milton, Travassos (João Carmo, aos 80 minutos) e Carlos Carvalho (Catota, aos 67 minutos); Rui Pereira (Williams, aos 46 minutos) e Edmir Roel.

Treinador Sérgio Boris.

Ação Disciplinar Cartão amarela para Travassos (52m.), França (81m.) e Edimir (88m.).

Vasco da Gama de Sines- Zé Manuel; Sampaio, João Nunes, Hélder e Filipe Silva (Filipe Pires, aos 25 minutos); Gerson, Betinho, Diogo e Chambel (Ruben Soares, aos 92 minutos), Eder (Valdir, aos 70 minutos) e Sandro.

Treinador Joaquim Sezões.

Ação Disciplinar cartão amarelo para Sandro (76m.) e Betinho (90m.).

   

A equipa piedense perdeu excelente oportunidade de ficar isolada no topo classificativo, ao não ir além de um empate ante a turma oriunda do litoral alentejano, e assim a não tirou partido da derrota do Almada na sua deslocação a Alfarim.

 

Em relação à partida no Municipal “José Martins Vieira, a mesma ficou marcada pela inoperância dos pupilos do técnico Sérgio Boris que em tarde chuvosa, não conseguiram materializar em golos as oportunidades criadas.

 

Nos primeiros dez minutos de jogo a equipa do Cova da Piedade disfrutou de duas excelentes oportunidades para marcar, ambas protagonizadas por Rui Pereira, o qual na hora da finalização não deu o melhor seguimento ao desenrolar do lance.

 

Por sua vez a equipa forasteira aos 12 minutos desperdiçou a melhor oportunidade de inaugurar o marcador, mas uma saída corajosa do guarda-redes Nuno Madureira evitou o golo, no entanto a bola ainda ressaltou para Sandro, mas agora em ângulo difícil rematou à malha lateral.

 

Este foi o único sinal de perigo da turma do Vasco da Gama durante os primeiros quarenta e cinco minutos, pois o pendor ofensivo dos piedenses era notório e novamente o golo esteve quase acontecer por parte dos piedenses, aos 17 e aos 19 minutos, ambos por Rui Pereira.

 

Á passagem da meia hora de jogo e face há chuvas que caía abundamente, o campo começou a ficar coberto por um lençol de água, de sul para norte.

O jogo perdeu um alguma qualidade, mas foi ainda a equipa da Cova da Piedade a desfrutar de mais duas oportunidades, numa delas foi mesmo o guarda-redes Zé Manuel a negar o tento a Tiago Meira. Os últimos cinco minutos foram uma lotaria com o campo coberto de água, e pairou mesmo que a continuar assim muito dificilmente o árbitro recomeçaria a segunda parte do encontro.

 

Durante o intervalo do encontro, a chuva deixou de cair com intensidade e quando as equipas regressaram ao recinto de jogo para iniciar a segunda parte o campo estava já melhores em condições, embora em algumas zonas de campo existiam poças de água.

 

Para a segunda parte o técnico piedense deixou ficar nos balneários aquele que bem poderia ter sido o homem do jogo, Rui Pereira, mas a tarde desastrada da ponta de lança piedense, assim ditou a opção do técnico Sérgio Boris, que lançou Willians que volvidos quatro minutos rematou forte, mas ao lado da baliza visitante. A toada ofensiva dos piedense era notória, mas a equipa não conseguia marcar. O jogo começou a perder qualidade, a formação do Vasco da Gama já se contentava com o empate e só esporadicamente se acercava da baliza dos piedense, numa delas aos 75 minutos, na conversão de um canto, Nuno Madureira foi rei e senhor na área, abortando o lance dos homens de Sines.

 

O jogo aproximava-se do seu termo, quando Travassos solicitado por um colega, ficou isolado e com boas hipótese de fazer golo, mas o remate saiu muito por cima da baliza de Zé Manuel, até final o jogo foi jogado mais com o coração do que com a cabeça e o resultado acabou, como tinha começado.

Resultado injusto para as hostes piedenses, que sem fazerem uma grande exibição mereciam um resultado mais positivo, no entanto o resultado final acabou por ser um prémio para o labor da equipa do Vasco da Gama.

Excelente a arbitragem do trio liderado por Tiago Marques.

 O capitão piedense Tiago Meira a levar a melhor sobre um jogador visitante,aqui sob um lençol de água.

 

 

Fase do jogo, já na parte final da partida com os piedenses, no forcing final para chegarem ao golo.

No final  a imagem  e o espelho mágico.

53ºANIVERSÁRIO DO NÚCLEO DE ÁRBITROS ALMADA E SEIXAL

Avatar do autor Joaquim Candeias, 19.01.13

FESTA DE ANIVERSÁRIO DOS ÁRBITROS DE ALMADA E SEIXAL

 

O Núcleo de Árbitros de Futebol de Almada e Seixal (NAFAS) celebra este sábado, em Fernão Ferro, Seixal, o seu 53.º Aniversário. Um colóquio-debate e o tradicional jantar comemorativo são os dois pontos altos das comemorações.

 

Os festejos do mais antigo núcleo de árbitros do País deverão reunir, este sábado, a partir das 17h30, nas instalações da unidade hoteleira Manjar das Laranjeiras, em Fernão Ferro, mais de uma centena de convidados.


No dia em que serão celebrados os 53 anos do núcleo, o NAFAS agendou a realização de um colóquio-debate subordinado ao tema “O Futebol Feminino em Portugal e a Arbitragem”. Garantida a presença do presidente da Direção da AFS, Sousa Marques, o evento terá uma participação especial de Mónica Jorge, antiga Selecionadora Nacional de Futebol Feminino e atual vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Sophia Rosa, árbitra do Quadro Feminino da FPF e Mafalda Marujo, jogadora do Clube Escola de Futebol Feminino de Setúbal.

 

A renovada aposta da federação no futebol feminino e ambição da FPF em projetar novas árbitras para a esfera internacional e a realidade da arbitragem feminina no seio das provas da AFS serão, por certo, alguns dos temas que merecerão muito interesse ao logo do debate que será moderado pelo presidente da Direção do NAFAS, António Sérgio.

Aqui dexamos as mais calorosas felicitações ao Núcleo de Árbitros de Almada e Seixal.

Pág. 1/3