Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DESPORTO ALMADA

Informação Desportiva ,Crónicas, Reportagens,Entrevistas, Resultados Envie as noticias do seu clube para o e-mail joaquim.reporter@gmail.com

DESPORTO ALMADA

Informação Desportiva ,Crónicas, Reportagens,Entrevistas, Resultados Envie as noticias do seu clube para o e-mail joaquim.reporter@gmail.com

TAÇA "A.F.S.

Avatar do autor Joaquim Candeias, 17.01.13

MEIAS FINAIS DA TAÇA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE SETÚBAL

ALMADA- O GRANDOLENSE E PAIO PIRES-COVA DA PIEDADE

 

 

 Foto:AFS

   Já estão definidos os jogos das meias finais da Associação de Futebol de Setúbal, O Almada recebe no Pragal a formação alentejana do "O Grandolense" enquanto no campo Vale da Abelha em Paio Pires a turma local recebe a visita o Cova da Piedade, dois importantes jogos que vão definir os dois finalistas da prova.

Os jogos das meias finais estão marcados para dia 30 de Março.


Fonte N.AFS

JUDO--OPEN DE COIMBRA

Avatar do autor Joaquim Candeias, 14.01.13

 COIMBRA FOI O PALCO

 JUDOCAS DO C.C.D. PRAGAL/ALMADA ESTIVERAM EM DESTAQUE NA PRIMEIRA PROVA

 

Há uma semana, 18 judocas masculinos e femininos dos escalões de formação, estiveram em estágio de 3 dias para preparar a época desportiva de 2013. No seguimento desse estágio, realizou-se no domingo passado, dia 6 de Janeiro a primeira prova do ano em Coimbra, “OPEN” para Juniores e Juvenis. Um grupo de jovens dos escalões de formação participaram neste torneio para dar inicio a um período de competição que agora inicia, a anteceder os Campeonatos Nacionais Individuais. Nelson Trindade e Manuela Trindade acompanharam os jovens em prova.

 

No escalão Juvenil, apenas participou a jovem estreante em competições oficiais, Catarina Candeias na categoria de +63KG, ainda com 12 anos e 64kg de peso, tendo conseguido vencer a sua prova, com 2 vitórias e 1 derrota demonstrou que tem um enorme potencial a trabalhar.

 

No escalão Júnior, João Alves proveniente do VFC, estreou-se em competição pelo CCD Pragal da melhor maneira vencendo todos combates e a prova de -81KG. Catarina Clérigo na categoria de -57KG venceu igualmente todos os combates e a sua categoria que esteve muito competitiva. Marta Sofia na categoria de -63KG realizou uma boa prova e alcançou o 2º lugar demonstrando claramente a sua evolução de prova para prova. Henrique Ferreira estreante em competição e Diogo Pedrosa nas categorias de -66Kg e -73Kg respetivamente ainda cadetes, realizaram igualmente bons combates, mesmo sem atingir as medalhas demonstraram estar muito bem encaminhados para fazer melhor brevemente. Todos estão de parabéns muito especialmente pelo comportamento positivo em prova que deram boa conta de si e que valeu a pena o esforço que fizeram há uma semana atrás.

 

No sábado dia 19 de Janeiro realiza-se a 1ª CONCENTRAÇÃO ASSOCIATIVA DE COMPETIÇÃO  nas instalações do clube, com uma forte participação de atletas de Clubes do Distrito e de convidados de fora.

No entanto o técnico Nelson Trinadade deixa um aviso:-" que o grupo de atletas jovens de competição e de representação não “embandeirar em arcos” nem se “encostem á sombra da bananeira”, conseguimos apenas num momento e numa competição bastante razoável de bom nível técnico, realizar ótimas prestações, agora há que continuar a treinar para se desenvolverem e evoluírem cada vez mais e melhor num constante espirito de equipa e de grupo"

 

FOTOS - https://plus.google.com/photos/110486548618034819487/albums/5830675354501946001

 

Saudações Desportivas

 

Fonte: CCDPragal/Almada

 

ALMADA,2-MONTE DE CAPARICA,0

Avatar do autor Joaquim Candeias, 13.01.13

ALMADA,2- MONTE DE CAPARICA,0

GANHA QUEM MARCA E A EQUIPA DO ALMADA FOI CONCRETIZADORA

 

Partida realizada no Complexo Desportivo do Almada, no Pragal em jogo relativo á 12ª Jornada do Distrital da 1ª Divisão da Associação de Futebol de Setúbal. Ao intervalo: 1-0.Sob a arbitragem de Miguel Figueiredo, auxiliado por Francisco Oliveira (bancada) e Filipe Costa (peão).

 

As equipas alinharam:

 

Almada- Pedro Cardoso; Bruno Pais, Mareco, Miguel Serafim e Paulo Costa; Sérgio Zeferino (Luís Costa, aos 46 minutos), Nuno Cirilo (cap.) (Marques, aos 79 minutos), Ricardo Dinis e Fábio Nunes (Daniel, aos 76 minutos); Paulo Gomes e Suelles.

 

Treinador- Élio Santos

Ação disciplinar- cartão amarelo para Paulo Costa (35m),Suelles (36m),Fábio Nunes (42m),Nuno Cirilo (75m),Ricardo Dinis (85m) e Mareco (93m). Monte de Caparica-Nobre;Benja,Netcha, Canário e Heta; Jota (cap.),Gelson (Monteiro, aos 79 minutos),Joel (Bala, aos 57 minutos) e Fábio (Luisinho, aos 63 minutos); Dário e Nuno.

 

Treinador- Márcio

 

Ação disciplinar- cartão amarelo par Dário (40m) e Jota (62m).

 

Golos: 1-0, aos 23 minutos lance de ataque da turma almadense a bola a ir para os pés de Suelles que com um remate cruzado tirou o esférico

do alcance do guarda-redes Nobre, e sobre a linha de golo, Paulo Gomes confirmou o golo e 2-0, aos 84 minutos por Daniel Pires que acorrendo a um cruzamento de um colega, de primeira e fora da área rematou forte levando o esférico a anichar-se nas redes de Nobre. Já em períodos de descontos, 94 minutos o Monte de Caparica beneficiou de uma grande penalidade, mas Nuno na conversão quis bater a bola mais em jeito e o esférico passou a mais de três metros do poste da baliza de Pedro Cardoso.

 

 

Depois da derrota na jornada anterior no campo da Mutela diante do Beira-Mar, o derby com o Monte de Caparica, era esperado com alguma apreensão por parte da equipa do Almada e  nos primeiros 15 minutos foi a turma do Monte de Caparica, que mais perigo criou e poderia mesmo aos 12 minutos ter chegado ao golo, com o esférico a passar toda a área de baliza, com um defensor almadense a desviar o esférico canto. 

 

Aos poucos o Almada começou a equilibrar a partida e aos 20 minutos teve a melhor oportunidade de golo, com Paulo Gomes a isolar-se, e a ficar perante o guarda-redes Nobre, mas o remate do avançado almadense passou a escassos centímetros do poste direito da baliza dos visitantes. Aos 21 minutos foi o defesa Canário a aliviar para canto um lance de perigo na sua área, adivinhava-se o golo almadense e o mesmo veio a ser alcançado aos 23 minutos por Paulo Gomes que deu o melhor seguimento a um remate de Suelles, embora nos tenhamos ficado com a impressão que o esférico iria entrar, mas Paulo Gomes deu o toque final.

 

O jogo ganhou mais emotividade e aos 31 minutos Gelson ficou a centímetros de restabelecer o empate, com um remate cruzado levou o esférico a bater nas malhas laterais. Até final da 1ª parte, registe-se a amostragem de três cartolinas amarelas a jogadores do Almada por discordarem e algumas decisões de arbitragem e foi mesmo em cima do intervalo que Sérgio Zeferino apareceu no jogo ao rematar colocado, e o esférico a passara a centímetros da baliza visitante.

 

Na segunda parte o jogo foi muito repartido no meio campo de ambas equipas, com os jogadores a lutarem muito, obrigando o juiz da partida a marcar faltas consecutivas e à passagem do minuto 68, Dário viu o guarda-redes Pedro Cardoso, negar o golo à sua equipa, numa altura em que a turma do Monte de Caparica, procurava o golo do empate, empate que poderia ter ocorrido à passagem dos 77 minutos, quando Nuno com um remate colocado levou o esférico a rasar o poste direito da baliza de Pedro Cardoso.

 

   

O jogo aproximava-se do seu termo quando Daniel Pires com um remate magistral bateu o guarda-redes Nobre, apesar dos esforços deste para deter o violento remate do jovem almadense, que entrar pouco antes. E já em períodos de descontos, quatro minutos, concedidos pelo árbitro o Monte de Caparica veio a beneficiar de uma grande penalidade, prontamente assinalada pelo juiz da partida, após um remate de um dianteiro do Monte de Caparica, com o esférico a bater no braço de Mareco. Na conversão da grande penalidade, infantilmente Nuno quis fazer um bonito e bateu o esférico para fora, a alguns metros do poste direito da baliza almadense.

Triunfo justo da equipa comandada por Élio Santos, embora a equipa do Monte de Caparica tivesse vendida cara a derrota. Foi mais feliz o Almada no capítulo da finalização e quando assim é nada a dizer.

 

A arbitragem de Miguel Figueiredo situou-se num plano aceitável, uma ou outra decisão discutível, mas no geral esteve bem. No capítulo disciplinar a amostragem de amarelos deveu-se mais à contestação dos jogadores, em discordarem de algumas decisões.  

 

 RESULTADOS DA 12ª JORNADA

1ºMaio Sarilhense,2-Grandolense,3

Melidense,0-Palmelense,0

Paio Pires,1-Cova da Piedade,2

Vasco da Gama,0-C.Indústria,1

O.Montijo,2-Desp.Portugal,0

Alcochetense,0-Alfarim,1

Almada,2-Monte de Caparica,0

Costa de Caparica,0-Beira Mar de Almada,2

 

CLASSIFICAÇÃO

Cova da Piedade venceu em Paio Pires enquanto o Beira Mar foi à Costa de Caparica derrotar os Pescadores

1ºAlmada,26 pontos; 2º Cova da Piedade,25; 3ºBeira Mar de Almada,23;4ºAlcochetense,21; 5ºAlfarim,20; 6ºPescadores da Costa de Caparica,19;7ºs Olimpico do Montijo,Palmelense e Monte de Caparica,17;10º Desp.Portugal,16; 11º C.Indústria,15; 12º O Grandolense,14; 13º Vasco da Gama de Sines,13; 14º Paio Pires,12; 15º Melidense,5 e 16º 1º Maio Sarilhense,4.

MÓNICA MENDES, PATRONO DOS JOGOS DESPORTIVOS

Avatar do autor Joaquim Candeias, 11.01.13

XXVII JOGOS DESPORTIVOS DO LARANJEIRO

 

“UMA HONRA TER A MÓNICA MENDES COMO PATRONO DOS JOGOS DESPORTIVOS DA FREGUESIA DO LARANJEIRO” DISSE LUÍS PALMA RESPONSÁVEL PELO PELOURO DO DESPORTO DA FREGUESIA

 Na imagem, José Manuel Maia, presidente da Assembleia Municipal de Almada,Mara Figueiredo, presidente da Junta de Freguesia do Laranjeiro, Mónica Mendes,patrona dos Jogos Desportivos e Luís Palma, responsável pelo pelouro desportivo da Junta.

 

No passado dia 10,o auditório da Junta de Freguesia do Laranjeiro, foi o palco da cerimónia de Homenagem a Mónica Mendes, atleta almadense e internacional, que tão brilhantemente defendeu as cores de Portugal na fase de qualificação, tendo mesmo marcado o golo do triunfo ante a Bélgica que nos possibilitou pela primeira vez ficar apurado para uma fase final de um Europeu de Sub 19, no qual a selecção nacional conseguiu chegar às meias-finais, sendo então derrotada pela Espanha.

Foi esta jovem almadense, que os autarcas do Laranjeiro decidiram pela pela primeira vez e ao longo de 27 anos  da prática desportiva dos Jogos Desportivos da Junta de Freguesia do Laranjeiro, ter um patrono, neste caso a escolha recaiu nesta jovem almadense que iniciou a sua prática desportiva na modalidade de futebol na Sociedade Recreativa Bela Vista, passou depois pelo Beira Mar Atlético Clube de Almada, seguiu-se depois  o 1º De Dezembro, onde conquistou alguns títulos e agora  a aventura americana, com a jovem internacional portuguesa a residir actualmente em Brownsille, no Texas, nos Estados Unidos da América, onde estuda e pratica o desporto que ama.

Nesta cerimónia, Luís Palma, responsável pelo Pelouro do Desporto da Freguesia do Laranjeiro, frisou que -`” É uma honra ter a Mónica Mendes, como patrono dos XXVII Jogos Desportivos da Freguesia, pois apesar de jovem ela já é uma certeza do futebol feminino”.

Por sua vez Mara Figueiredo, presidente da Junta de Freguesia, salientou o esforço da Junta e das colectividades na dinamização dos Jogos Desportivos que já vai na 27ª edição, ou seja uma forma de democratização do desporto, tendo depois referindo-se “ Este ano associámos os jogos desportivos a uma imagem e a um rosto, e esse rosto é a Mónica Mendes que assim fica associada a estes jogos, uma homenagem que prestamos a uma mulher e que dedicamos a todas as mulheres”. A finalizar enalteceu o empenho das colectividades na realização dos jogos desportivos e que os mesmos saem valorizados, deixando uma saudação á nova patrono dos jogos, acrescentando "Este é um momento importante para a Mónica, como também para a sua família”.

Seguiu-se a intervenção do presidente da Assembleia Municipal de Almada, José Manuel Maia, todo ele virado para o percurso desta atleta, enaltecendo o seu carácter, a sua humildade o seu querer e a sua abnegação pelo desporto e pelos estudos. “Todos estamos gratos a esta jovem que nos fez vibrar intensamente principalmente naquele jogo com a Bélgica, com o golo que nos deu a qualificação para o Europeu”

 

 "A MINHA FAMILIA TEM SIDO UM SUPORTE IMPORTANTE TANTO NA MINHA CARREIRA DESPORTIVA COMO UNIVERSITÁRIA(...)CONTINUEM A TRABALHAR E SEJAM FELIZES"

 

 

Por fim foi dada a palavra a Mónica Amaral Mendes que agradeceu a todos os elogios que lhe foram dirigidos referindo que:-“É um momento especial para mim, ser patrono dos Jogos Desportivos. Sempre tento atingir as minhas metas, o desporto em Portugal é difícil, as mulheres em Portugal tem valor, mas não lhes é reconhecido esse valor”. Mónica Mendes diz sentir-se feliz em realizar os seus sonhos e está empenhada em “Lutar, lutar, não só para mim mas também para gerações futuras, hoje o futebol feminino é o que é devido ao trabalho que a Federação está a realizar, bem como o trabalho dos clubes”.

A jovem internacional, não esquece a família, para ela o grande suporte do seu sucesso, tanto desportivo como escolar. “A minha família tem sido um suporte familiar muito forte é uma base que eu tenho tido sempre desde que nasci”. E não esqueceu quando em criança os seus pais lhe disseram que a felicidade era a chave para viver, recordou também que quando foi para a escola, os seus pais perguntaram-lhe o que é que queria ser quando crescesse, tendo respondido que queria ser feliz. “Então disseram-me que eu não tinha entendido a pergunta e eu respondi-lhes que eles não entendem a vida”

Mónica Mendes depois agradeceu aqueles que tiveram influência na sua carreira, recordou a sua passagem pela Sociedade Recreativa Bela Vista, referindo que era a única miúda a jogar futebol com os rapazes, depois a sua passagem pelo Beira Mar de Almada, onde possibilitou continuar a desenvolver como atleta e depois a sua passagem para o 1º Dezembro, que considera a melhor equipa nacional, agradecimentos que se estenderam á Federação Portuguesa de Futebol “ nós somos uma verdadeira família, família em crescimento e que tem grande peso na minha formação, foi fantástico, ter o nosso país no coração.

Luís Palma, entrega alguns símbolos dos Jogos Desportivos, a Mónica Mendes

A atleta também não esqueceu e definiu a Alta Competição. “Ser Atleta de Alta Competição não é tudo, no meu caso, como desportista de alta competição, sempre tive muitos obstáculos no meu caminho, mas também sempre tive a capacidade de os enfrentar com muita determinação,querer,vontade e sempre com um enorme sorriso”. Mónica Mendes não esqueceu a escola, e o seu papel na sua formação, referindo: - “ A escola é fundamental, temos que ser equilibrados é a escola que nos forma como cidadãos e eu não esqueço a escola Daniel Sampaio e os professores que tiveram muito a ver com a minha formação, nunca esqueço as pessoas que me ajudaram a crescer, eu devo muito a eles”

 

A jovem internacional de sub 19, dirigiu palavras de incentivo aos jovens que estão a participar nos Jogos Desportivos, dirigindo-se para as jovens do Centro Comunitário, que estavam presentes, para que continuem a trabalhar passo a passo, degrau a degrau, só assim é possível sonhar, mas todos juntos e para o mesmo lado “ ter forças interiores que nos fazem ter objectivo, sejam muitos felizes e aproveitem este evento desportivo para aprenderem, divertirem-se e sentirem-se privilegiados por participar neste enorme evento que está a decorrer e que continuem a trabalhar e façam aquilo de que gostem”

Depois seguiu-se algumas intervenções de alguns dos presentes, enaltecendo o brio, a bravura, a dedicação, o empenho, o sacrifício e a humildade desta jovem campeã.

Para finalizar direi que está de parabéns a Junta de Freguesia do Laranjeiro, por esta iniciativa de iniciar um ciclo, ao nomear uma jovem para Patrono dos seus Jogos Desportivos.

Parabéns, Mónica Mendes e a continuação dos maiores sucessos.

 

Aqui fica o curriculo desportivo  de Mónica Mendes a nível de futebol

 

 Nome completo, Mónica Soraia Amaral Mendes, 16-06-1993 (19 anos),nasceu em Lisboa, estudante, na University of Texas at Brownsille,pratica futebol federado desde 2004, tendo representado os seguintes clubes:Sociedade Recreativa da Bela Vista, Beira Mar de Almada, 1º Dezembro de Lisboa, DC United e University of Texas at Brownsville. Actual clube- University of Texas at Brownsille.

Posição- Defesa.


Títulos Colectivos Conquistados: Vice- Campeã Distrital de Futsal pelo SRB Bela Vista (2004-05); Campeã Nacional da II Divisão de Futebol11 e Vice Campeã do torneio Ponte Frielas pelo Beira-Mar Clube Atlético de Almada (2007-08); Campeã Nacional da I Divisão de Futebol 11, Campeã da Taça de Portugal e Vice-Campeã do Lisboa Cup pelo S.U 1º Dezembro (2009-10); Campeã do Interassociações pela AF Lisboa (2010); Campeã Nacional da I Divisão de Futebol 11 e Campeã da Taça de Portugal pelo S.U 1º Dezembro (2010-11); Campeã da Red River Conference (NAIA) pela UTBrownsville (2011-12); Vice Campeã Sub-20 dos Estados Unidos pelo DC United (2012); Campeã da Red River Conference (NAIA) pela UTBrownsville (2012-2013).

Títulos Individuais Conquistados: Melhor Defesa da Semana, Melhor Defesa do Ano e eleita para a Melhor Equipa do Ano da Red River Conference (NAIA) pela UTBrownsville (2011-12); Eleita para a Melhor Equipa do Ano dos USA Sub-20 pelo DC United (2012); Melhor Defesa da Semana, Campeã de Carácter e eleita para a 2ª Melhor Equipa do Ano da Red River Conference (NAIA) pela UTBrownsville (2012-2013)
Número de internacionalizações: 

Em Sub-19 = 28 internacionalizações; e na Selecção AA = 4 internacionalizações

 

 

 

 

ALMADA UM PONTO DE AVANÇO SOBRE O COVA DA PIEDADE

Avatar do autor Joaquim Candeias, 07.01.13

DERROTA DO ALMADA COLOCA PIEDENSES A UM PONTO DO LÍDER

Fase do jogo Beira Mar- Almada.

A 11ª jornada do Distrital da 1ª Divisão Distrital da Associação de Futebol de Setúbal, foi madrasta para o Almada que ao perder no reduto do Beira Mar de Almada, viu a equipa de Mutela ficar apenas a três pontos da liderança.Outra equipa do concelho a beneficiar com a derrota dos almadense, foi o Clube Desportivo da Cova da Piedade que ao derrotar no Municipal José Martins Vieira, a equipa alentejana do Melidense, ficou apenas a um ponto do líder.

No campo Rocha Lobo, o Monte de Caparica, foi derrotado pela turma do Alcochetense, equipa que com este triunfo e beneficiando da derrotas dos almadenses, ficou a dois pontos do líder. Já o Costa de Caparica,apesar do empate perdeu terreno e foi mesmo ultrapassado pelo Beira Mar de Almada.

Resultados da jornada:

Palmelense,1-1º Maio Sarilhense,0; Cova da Piedade,2-Melidense,0; Comércio Indústria,1-Paio Pires,2; Desp.Portugal,0-Vasco da Gama de Sines,1; Alfarim,2-Olimpico do Montijo,1; Monte de Caparica,1-Alcohetense,3; Beira Mar de Almada,2-Almada,1 e Grandolense,2-Pescadores da Costa de Caparica

Classificação:

 1º Almada,23 pontos; 2º Cova da Piedade,22; 3º Alcochetense,21; 4º Beira Mar de Almada,20; 5º Pescadores,19; 6ºs Monte de Caparica e Alfarim,17; 8ºs Desp.Portugal e Palmelense,16; 10º  Olimpico Montijo,14;11º Vasco da Gama,13; 12ºs Comércio Indústria e Paio Pires,12; 14º Grandolense,11;15ºs Melidense e 1º Maio Sarilhense, 4 pts.

                                                 &&--&&

DISTRITAL DA 2ª DIVISÃO

CHARNECA DE CAPARICA VOLTA A PERDER E FICA SÓ NO ÚLTIMO LUGAR

Nesta jornada destaque para a derrota do líder, Arrentela em casa de uma das equipas últimas que ocupam os últimos lugares. Por sua vez a equipa do nosso concelho, o Charneca de Caparica foi a Lagameças somar mais uma derrota e assim, ficar agora só na última posição.

Resultados da 11ª jornada: União Banheirense,3-Estrela de Santo André,0; U.Santiago,4-Quinta do Conde,0; Lagameças,2- Charneca de Caparica,1 e Águias Negras,2- Arrentela,1.

Classificação:  1º Arrentela,22 pontos; 2º U.Santiago,21; 3º U.Banheirense,18; 4º Quinta do Conde,16; 5º Lagameças,14; 6ºEstrela de Stº André,11;7ºs Estrela Faralhão e Águias Negras,9 e 9º Charneca de Caparica,6 pts.