Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DESPORTO ALMADA

Informação Desportiva ,Crónicas, Reportagens,Entrevistas, Resultados Envie as noticias do seu clube para o e-mail joaquim.reporter@gmail.com

DESPORTO ALMADA

Informação Desportiva ,Crónicas, Reportagens,Entrevistas, Resultados Envie as noticias do seu clube para o e-mail joaquim.reporter@gmail.com

Fundo “Crescer 2024” com candidaturas abertas

Clubes filiados na AF Setúbal podem beneficiar de apoios financeiros para melhoria de infraestrutura

Joaquim Candeias, 23.07.22

_01 bandeira afs logo 1.jpg

A Associação de Futebol de Setúbal, conforme aprovado pela Direção, tem disponíveis o regulamento e formulários de candidatura ao Fundo “Crescer 2024”, medida lançada pela Federação Portuguesa de Futebol em parceria com associações de futebol distritais e regionais de futebol e que visa apoiar os clubes filiados.

Os clubes interessados devem proceder à submissão das respetivas candidaturas, em conformidade com os termos regulamentares previstos, até ao dia 31 de agosto de 2022.

Documentação:

Regulamento Fundo Crescer 2024-AFsetúbal

Ficha de Inscrição Candidatura 2024

Fonte:AFSetúbal

Presidente do Conselho de Arbitragem da AF Setúbal avalia época “altamente desgastante”

José Manuel Esteves, Presidente do Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Setúbal,

Joaquim Candeias, 22.07.22

jme arq .jpg

Ao afsetubal.pt o Presidente do Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Setúbal, José Manuel Esteves, reitera dificuldades perante número insuficiente de árbitros para atender aos jogos calendarizados. Em jeito de balanço à temporada 2021/2022, a qual voltou a permitir a realização da Gala de Encerramento das Atividades da época, o líder do órgão associativo que gere a arbitragem distrital realça trabalho meritório dos nossos juízes e vinca a regularidade do acesso aos quadros federativos.

Em discurso direto, José Manuel Esteves, não hesita em afirmar que temos árbitros de grande qualidade. Contudo, pede confiança e compreensão, na certeza de que o objetivo é fazer o melhor.

O Conselho de Arbitragem da AF Setúbal, em colaboração com os núcleos de árbitros e o apoio da Direção da AF Setúbal, voltou a assinalar o final de época com a realização da Gala de Encerramento das Atividades 2021/2022, evento entretanto interrompido devido à pandemia. Como viu o regresso de uma cerimónia que, sobretudo, marca um momento de especial confraternização e de distinção aos árbitros que mais se destacaram?

Este regresso foi visto com grande satisfação, pois voltamos a poder ter o convívio entre os árbitros residentes nos diversos Concelhos do nosso Distrito, no final de uma época bastante desgastante, conseguindo reunir-se 129 pessoas numa festa que agradou a todos os presentes.

Além da confraternização sempre salutar, também pudemos entregar diplomas e troféus aos que mais se destacaram no decorrer da época de 2021/2022 o que sempre é um marco importante para quem os recebe.

No âmbito do evento, o Conselho de Arbitragem reservou um momento de particular a homenagem dedicado ao antigo árbitro de futebol e dirigente associativo Ezequiel Feijão…

A homenagem ao Dr. Ezequiel Feijão foi mais que justa. Além do excelente árbitro e observador que marcou o seu passado, foi também um formador de excelência dos nossos árbitros e observadores ao longo de mais de cinco décadas, sendo que esta singela homenagem apenas teve lugar porque foi seu desejo terminar oficialmente a sua prestação.

Contudo, deixou claro que continuará ligado ao sector e estará disponível pontualmente para tudo o que este Conselho venha a precisar da sua pessoa. E estamos certos de que ainda contaremos com ele por mais umas épocas.

01 arb jmesyeves.jpeg

José Manuel Esteves entregou a placa que assinala a distinção institucional a Ezequiel Feijão no âmbito da homenagem da arbitragem associativa ao antigo árbitro e dirigente   

No seu discurso festivo, qual foi a mensagem que direcionou aos árbitros?

Uma mensagem de esperança no futuro, sendo transmitido a todos eles que só com trabalho e dedicação poderemos chegar mais longe. Temos as ferramentas necessárias para a sua progressão podendo todas elas ser utilizadas por todos os árbitros, assim seja a sua vontade.          

Com a realização da Gala de Encerramento das Atividades assinala-se o fechar de mais uma temporada. Como avalia, de uma forma global, a dinâmica evidenciada pela arbitragem representativa da AF Setúbal no que respeita à época transata?

A época transata foi altamente desgastante para os nossos árbitros, uma vez que foram realizados 5048 jogos de futebol, 1182 de futsal e cerca de 25 jogos de futebol de praia que ainda estão a decorrer nesta altura.

Como é do conhecimento de todos, a pandemia apenas abrandou, sendo que muitos árbitros ficaram retidos nas suas casas por testes positivos à Covid 19. Além disso, as lesões, os afazeres profissionais e escolares que são participados como dispensas, vêm obrigando os seus colegas a um esforço suplementar, uma vez que o número de árbitros é diminuto para o número de jogos. Mas graças a este esforço todos os jogos, desde os benjamins aos seniores, tiveram os nossos árbitros a ajuizar as suas partidas.

Que leitura faz sobre as classificações finais dos nossos árbitros (futebol e futsal) no plano distrital?

No plano distrital verificou-se mais uma vez que quem trabalha com afinco nesta área tem o seu prémio no final de cada época. Todos os nossos árbitros e observadores indicados aos quadros federativos têm dado entrada diretamente. Ora isto só vem acontecendo devido ao trabalho de todos eles e dos nossos formadores que se têm empenhado ao máximo no ministrar das aulas formativas nas diversas áreas.

Entrevista completa AQUI site AFS

Fonte e fotos:Site AFS

 

Debate sobre a Av. 23 de Julho - A Base de partida será a Batalha de 23 de Julho de 1383...

Apresentação do Projecto - 23 de Julho de 1833 -João Monteiro - Sociólogo

Joaquim Candeias, 22.07.22

Av. 23 de Julho [Cartaz Apresentação].jpg

Serão estas e outras questões que serão debatidas no próximo sábado,amanhã pelas 16 horas no Salão do Estádio José Martins Vieira junto ao Campo de jogos do Cova da Piedade, e por isso te convidamos a divulgar  e estar presente com as dúvidas e contributos que contribuam para conhecermos melhor um sitio cheio de estórias e de História.

Na apresentação do Projecto - 23 de julho de 1833, o historiador, António Ramos, presentes também o Sociólogo, João Monteiro, a prof Edite Condeixa , da USALMA e Maria José Rafaela,como moderadora e ainda Augusto Flôr,Antropólogo.

 

Trata-se de um momento único uma vez que vai ser apresentado um estudo que irá debruçar-se sobre uma das principais artérias do concelho de Almada e que liga ao concelho do Seixal.

A base de partida será a Batalha de 23 de Julho de 1383...

Que terá mudado no nosso país?

Quais as ideias e interesses em confronto?

Qual a relação da avenida 23 de Julho em Almada com a 24 de Julho em Lisboa?

Desde quando esta artéria é avenida com este nome?

Onde começa e onde acaba?

Quantas empresas e habitações terá esta avenida?

Qual o VAN - Volume Anual de Negócios e quantos postos de trabalho garante?

Como e quem tratou este acontecimento histórico e o que se pode fazer no futuro?

Como é que Romeu Correia viu e escreveu sobre este assunto?

Os residentes, empresários e trabalhadores saberão a origem do topónimo?

Comparece e dá o teu contributo.

Campeonato Distrital da 2ª Divisão Distrital da A.F.S., sem equipas"B", salvo se a equipa "A" participe nos nacionais

Só podem participar no distrital da 2ª divisão, equipas "B", desde que a equipa "A

Joaquim Candeias, 13.07.22

_01 bandeira afs logo 1.jpg


A Associação de Futebol de Setúbal, em comunicado, alerta os Clubes, Sad's  filiados e demais interessados, face ao número de equipas que na época desportiva de 2022/2023, militarão no campeonato da  segunda divisão distrital de futebol sénior, a direção da AFS, vem esclarecer todos os interessados que apenas poderão competir no referido campeonato equipas "B" de clubes ou sociedades desportivas que compitam nos campeonatos nacionais.


A direção da AFS,recorda que os clubes ou sociedades desportivas que não compitam nos campeonatos nacionais,mas que pretendam competir com outra equipa sénior, sempre poderão fazê-lo através do campeonato
Sub22, nos termos do respetivo regulamento.

Leia Aqui o Comunicado da AFS

 

AF Setúbal voltou a dar cor à festa da família associativa

Barreiro foi o palco da realização da Festa de Encerramento das Atividades da Associação de Futebol

Joaquim Candeias, 12.07.22

 

Foto de Capa afs20220708213225__MG_0586.jpg

“Voltamos a estar juntos, mais uma vez, dois anos depois de uma ausência imposta por uma pandemia que tudo e a todos afetou.

Voltamos a estar juntos para celebrar o Desporto, as conquistas coletivas e os méritos individuais que assumiram especial destaque no nosso futebol e futsal”, assim arrancou a apresentação da Festa de Encerramento das Atividades da Associação de Futebol de Setúbal - Época 2021/2022, evento que reuniu, esta sexta-feira (8), no Salão Nobre da Sociedade Democática União Barreirense “Os Franceses”, no Barreiro, a celebração da família associativa.

Na presença de cerca de 400 pessoas, entre dirigentes, técnicos, atletas e convidados institucionais, a tradicional cerimónia festiva com marca AF Setúbal, este ano apresentada pelo jornalista Pedro Gamito, que integra a redação da Sport TV, resultou num evento recheado de renovado entusiasmo, sentimento que sublinhou a entrega dos muitos troféus coletivos (torneios complementares e disciplina) e distinções individuais (cartão branco).

Trofeus 20220708202912__MG_0557.jpg

Pedro Gamito20220708213115__MG_0580.jpg

Na qualidade de apresentador o jornalista Pedro Gamito conduziu a cerimónia festiva

Na noite de celebração, a Direção da AF Setúbal reservou, igualmente, momentos de particular destaque para dois atletas que ganharam o estatuto internacional, assinalou subidas a patamares nacionais e homenageou um técnico setubalense que levou Portugal ao topo do Mundo.

Nuno Teixeira20220708213528__MG_0598.jpgAlexandre Nuno Teixeira recebeu placa de reconhecimento institucional da AF Setúbal entregue pelo presidente Francisco Cardoso

Nos instantes que antecederam o início do desfilar das entregas dos troféus e dos demais reconhecimentos, houve lugar às intervenções institucionais, com o presidente da Sociedade Democática União Barreirense “Os Franceses”, Alexandre Nuno Teixeira, na qualidade de anfitrião, a testemunhar “a honra de receber a cerimónia” e o “orgulho por ver o salão cheio”. O dirigente da prestigiada coletividade barreirense, que vai assinalar, em agosto, 152 anos de historial, não hesitou em agradecer à Direção da AF Setúbal por escolher o distinto espaço para a realização do evento.

rui manhoso20220708213814__MG_0618.jpg

Rui Manhoso, diretor da FPF

No plano federativo, Rui Manhoso, diretor da Federação Portuguesa de Futebol, realçou o facto da AF Setúbal ser reconhecida como uma “associação dedicada ao trabalho e à defesa do futebol”.

O dirigente da FPF, ao saudar a AF Setúbal e a família associativa, salientou a importância da realização da festa, desejando que o respeito e o Fair Play estejam sempre presentes em todas os recintos de jogo e em todas as provas”.

arlete cruz20220708213606__MG_0603.jpgArlete Cruz, vereadora da CM Barreiro

Por sua vez, em representação da Câmara Municipal do Barreiro, a vereadora Arlete Cruz felicitou a AF Setúbal pela realização da cerimónia festiva, momento que sublinhou pelo entusiasmo e adesão, enaltecendo o papel dos dirigentes, técnicos e atletas, que contribuem de forma determinante para o dinamismo do Desporto no distrito.

A autarca barreirense saudou a celebração da atividade desportiva e não deixou de vincar o “percurso histórico da AF Setúbal que ao cabo de 95 anos de História continua a promomer os valores do respeito e do Fair Play na região de Setúbal”.

 

Coube ao presidente da Direção da Associação de Futebol de Setúbal, Francisco Cardoso, a conclusão do período de intervenções institucionais, com um um discurso do qual começou por agradecer, a disponibilidade da Sociedade Democrática União Barreirense “Os Franceses para a realização da cerimónia no Salão Nobre da coletividade, “palco de excelência, muita tradição e de reconhecido significado para a Cultura do Barreiro e da nossa região”.

 

Saudando, com especial entusiasmo, todos os representantes dos clubes nossos filiados (dirigentes, técnicos e atletas) e os convidados institucionais que muito honraram com a respetiva presença, Francisco Cardoso felicitou todos quantos contribuíram para a conclusão de uma época desportiva “muito desgastante”, que decorreu na sequência de uma pandemia que obrigou a “enfrentar desafios acrescidos”, com paragens na atividade regular e uma série de constrangimentos.

francisco cardoso20220708213953__MG_0641.jpg

Francisco Cardoso, presidente da Direção da AF Setúbal

“A resiliência não é uma palavra vã para a família AF Setúbal. Todos foram e continuam a ser verdadeiros heróis no enfrentar dos obstáculos. Os Homens e as Mulheres do futebol, futsal e futebol de praia provaram, mais uma vez, com a disponibilidade e reconhecido trabalho, que são o alicerce da Associação e a força de uma dinâmica ímpar”, elogiou.

O líder diretivo realçou o “empenho e dedicação dos Clubes”, que através dos seus Dirigentes e demais representantes, “não só garantiram a sustentabilidade necessária, como muitos conseguiram reforçar a atividade”.

“Esse facto, assinalável, fez com que a AF Setúbal pudesse aumentar o número de praticantes em relação à época desportiva 2019/2020, motivo que nos deve orgulhar a todos”, destacou Francisco Cardoso, felicitando e agradecendo a todo o universo associativo.

Nesse sentido de crescimento, o presidente associativo relevou a evolução do futebol no feminino, desejando que esse cenário, que tem contado e vai continuar a contar com incentivos da AF Setúbal, possa ser reforçado e acompanhado no futsal.

Francisco Cardoso 1 20220708214047__MG_0659.jpg

No âmbito da organização das provas da época desportiva finda, Francisco Cardoso, evidenciou naturais dificuldades de preparação da mesma atendendo aos ‘timings’ decorrentes da realização do ato eleitoral associativo, cuja tomada de posse dos novos órgãos sociais aconteceu dois meses antes do início da época. Mas, o planeamento foi concretizado, apesar de tudo, de acordo com o estabelecido.

“Sabíamos que um Campeonato de Futebol da 1ª Distrital de Seniores Masculinos com 20 equipas envolvia muitas jornadas e as datas não iriam esticar. Os clubes optaram por fazer uma prova de 38 jornadas, sem datas para a nossa Taça da Associação denominada “Joaquim José Sousa Marques”, o que poderia fazer com que a AF Setúbal tivesse na época 2022/2023, menos um representante na Taça de Portugal.

Todavia, podemos informar, desde já, que a Federação Portuguesa de Futebol, autorizou que o nosso 3.º classificado do Campeonato pudesse utilizar essa vaga. Ou seja, vão à Taça de Portugal o UF Comércio e Indústria e o Clube Olímpico Montijo SAD”, anunciou.

Francisco Cardoso, ainda no âmbito do principal campeonato de futebol masculino, clarificou que, tal como foi aprovado pelos clubes, na época 2022/2023 a competição será composta por 18 clubes, sendo que em 2023/2024 serão, novamente, 16 clubes.

Publico20220708214607__MG_0706.jpg

Noutro âmbito, a época agora finda também foi diferente das outras em resultado de uma “acrescida agitação nas redes sociais, no que a observações sobre a AF Setúbal respeita, nomeadamente manifestadas em diversos grupos organizados”.

“A Direção da AF Setúbal não foi, não é e nunca será instrumentalizada pelas redes sociais, onde muitas vezes os clubes e os seus dirigentes ficaram admirados com diversa, alegada, informação, somente para desestabilizar, e muitas vezes com insultos criminosos, provocações gratuitas e perfis falsos”.

“Garanto-vos, que tudo isso, fez com que a Direção da AF Setúbal e o seu Presidente ficassem mais fortes e mais determinados em continuar um trabalho por mais e melhores condições de atuação dos clubes”, assegurou Francisco Cardoso.

A concluir a intervenção, numa noite que celebrou as coisas boas, concretizadas por pessoas a bem do nosso futebol, futsal e futebol de praia, o presidente da AF Setúbal reforçou a importância da realização da Festa, enalteceu os que venceram e incentivou os que não venceram a renovar o trabalho para poderem estar mais fortes na próxima época desportiva e desejou que a nova a época desportiva comece com todo o entusiasmo e que seja diferente para melhor do que esta”, antes de aclamar:

Viva o Futebol, Futsal e Futebol de Praia do Distrito de Setúbal!

Viva a Associação de Futebol de Setúbal!”

Nesta sequência das intervenções institucionais e entre o recordar em imagens das dezenas de cerimónias de entregas de troféus de campeões e vencedores de taças no plano distrital, realizadas nos recintos dos nossos clubes, foi promovido o reconhecimento institucional da Direção da AF Setúbal, as mais recentes atletas internacionais por clubes da nossa região, no caso a futsalista Inês Padinha Silva (Futsal Feijó-ADLF) e o futebolista Rodrigo Grenha (Vitória FC).

 

A Inês Padinha Silva ganhou o estatuto de internacional no dia 11 de março de 2020, no jogo Portugal-Rússia, ao serviço da Seleção Nacional Sub-17.

Inês Padinha Silva recebeu a distinção das mãos dos presidentes Francisco Cardoso (Direção) e Joaquim Sousa Marques (Mesa da Assembleia Geral)

O Rodrigo Grenha viu oficializada a sua primeira internacionalização pela Equipa das Quinas, no dia 22 de novembro de 2019, num Portugal-Itália, entre seleções nacionais sub-15.

 

Rodrigo Grenha no momento em que exibe a placa de distinção da AF Setúbal entregue por Francisco Cardoso e Joaquim Sousa MarquesRodrigo 20220708215858__MG_0760.jpg

Rodrigo Grenha no momento em que exibe a placa de distinção da AF Setúbal entregue por Francisco Cardoso e Joaquim Sousa Marques

Ambos os atletas refiraram-se ao momento da estreia com a camisola de Portugal como um dia de grande orgulho e enorme satisfação.(...)

Reportagem completa:AQUI NO SITE A.F.S.

 

Noticias do Almada Atlético Clube, foi presentada a nova equipa técnica para o futebol de seniores

Wivaldo Martins, treinador de Grau II UEFA B,

Joaquim Candeias, 09.07.22

Equipa Técnica AAC292998722_563259315236452_39499

Foto: @Almada Atlético Clube
 
O Almada  Atlético Clube, em comunicado deu a conhecer este sábado,a nova equipa técnica, que  vai treinar a equipa de seniores masculinos, com vista à participação, no Campeonato Distrital da 2ª Divisão da Associação de Futebol de Setúbal, para a época 2022/2023.
 
O clube chegou a acordo com o novo treinador, Wivaldo Martins e  a sua equipa técnica que é composta pelo Treinador Adjunto,Ponge e pelo Treinador de Guarda Redes, Paulo Loureiro, sendo Diretor desportivo, Paulo Rosa.
 
O clube no comunicado, realça a experiência do treinador Wivaldo Martins, treinador de Grau II UEFA B, com ligação à formação do Sport Lisboa e Benfica, tendo passado também, pelos Sub-22 do Amora Futebol Clube e pelas formações do Pinhalnovense,Cd Cova da Piedade, Beira Mar Atlético Clube de Almada, CF Os Belenenses e Monte de Caparica Atlético Clube.
 
Na última época esteve ao serviço  dos Atlético Clube Arrentela,que participou também no distrital da 2ª Divisão Distrital.
 
 
Segue-se na integra o comunicado do clube
 
ALMADA ATLÉTICO CLUBE
Informamos os nossos Sócios, Adeptos, Simpatizantes e Comunicação Social, que chegámos hoje a acordo com o novo Treinador Wivaldo Martins e a sua equipa técnica que será composta pelo Treinador-Adjunto Ponge, pelo Treinador de Guarda-Redes Paulo Loureiro e pelo Diretor Paulo Rosa, que irão assumir os destinos da nossa equipa de Seniores para a época 2022/2023.
 
Contamos com a sua experiência no Futebol, treinador de Grau II UEFA B, com ligação à formação no Sport Lisboa e Benfica, passando pelos Sub-22 do Amora e pelas formações do C.D.Pinhalnovense, C.D.Cova da Piedade, Beira Mar, “Os Belenenses” e Monte Caparica. Na última época esteve no comando dos Seniores do Atlético Clube da Arrentela.
 
Vamos contar com toda a sua experiência, motivação e dedicação na defesa das cores do Almada A.C.
 
A Direção do Almada Atlético Clube deseja-lhe os maiores sucessos desportivos para a Época 2022/2023.

 

Associação de Paralisia Cerebral Almada Seixal leva a efeito o 10° Churrasco APCAS!!!

Após 2 anos, o Churrasco da APCAS – Associação de Paralisia Cerebral de Almada Seixal está de volta!

Joaquim Candeias, 08.07.22

Churrasco289447844_5594561307244265_91602827509856

A Associação de Paralisia Cerebral, vai levar a efeito o seu tradicional  churrasco, APCAS!!!,após dois anos sem realizar este evento, devido ao Covd 19. Evento a ter lugar na Quinta do Álamo, no próximo dia 17 de Julho de 2022.
 
 
Estão, novamente, reunidas as condições para a realização deste evento tão importante para a APCAS, não só pela angariação de fundos, vital a tantos dos nossos projetos, mas também porque nos permite estar JUNTOS num ambiente descontraído e divertido.
 
 
Não há limite de consumo e a entrada no churrasco é gratuita dos 0 aos 5 anos, 7,5 apcas dos 6 aos 12 anos, e 15 apcas dos 12 em diante.
(Todas as receitas revertem a favor da APCAS)
 
Inscrições para:
apcas.sede@gmail.com / 211933943
Não percas este dia e traz a família e os amigos!

Almada a Capital do Associativismo, Álvaro Pereira de Sousa

o proficiente historiador Alexandre M. Flores se debruçou a fundo sobre o que tem sido o incremen

Joaquim Candeias, 06.07.22

FeijoIMG_20220524_162759.jpg

Capa do livro" Clube Recreativo do Feijó - Abordagem Histórico - Sócio-Cultural, da autoria do dr. Alexandre M.Flores, editado em 1995 e consultado, pelo responsável do blog, na Biblioteca José Saramago, no Feijó.

Por: Álvaro Pereira de Sousa

in - Jornal de Almada

E foi mais um. Foi mais um livro da sua autoria que na noite de 8 de Julho, o dr. Alexandre Magno Flores acrescentou ao seu já riquíssimo património literário. O lançamento fez-se no bonito salão de festas do Clube Recreativo do Feijó, perante uma vasta selecta assistência que ouviu muitíssimo interessada as profundas intervenções de prestigiados  intelectuais ligados ao mesmo sector, especialmente convidados para fazerem, cada qual à sua  maneira, a solene apresentação da magnifica obra.

 

E mais uma vez, o proficiente historiador Alexandre M. Flores se debruçou  a fundo sobre o que tem sido o incremento, a acção e a missão sócio-cultural e pedagógica do associativismo popular cá no rincão almadense, um tema deveras aliciante e que é muito da sua predilecção o traze-lo à luz da  ribalta literária, para que conste, se leia, se saiba e se não esqueça.

 

Na realidade, com 51 anos de vida há dias feitos e celebrados em festa, confraternização, muita alegria e bons auspícios, a história do Clube Recreativo do Feijó,agora narrada em livro, é mais ou menos igual à das suas congéneres espalhadas há muitos anos por  estas terras de Aquém Tejo, ou seja naquilo a que a boca do vulgo chama de Outra Banda.

 

As chamadas Colectividades de Instrução, Convívio e Recreio Familiar daqui também foram(ainda são?) pequenas mas autenticas universidades populares, criadas pelo querer e esforço do povo trabalhador, proletários, comerciantes e outros fundidos  num só corpo, onde se ministrava aos seus associados cultura,arte, saber e conhecimentos, onde se fomentavam os valores da cooperarão, da moral, do civismo, da liberdade e da solidariedade, onde, no insidioso tempo da ditadura, o ideal da democracia criava raízes e ganhava adeptos contra o regime opressor. E tudo isto o novo livro de Alexandre Magno <<Clube Recreativo do Feijó : Abordagem Histórico - Sócio Cultural>> nos traz à memória.

 

E a luz que este volume vindo agora à estampa derrama pelo caminho vai realimentando essa chama já um tanto bruxuleante, dinamizando vontades, cimentando dedicações, captando aderências, sobretudo as das camadas jovens menos esclarecidas mas irreverentes, confusas e inquietas quanto ao futuro, jovens esses que já nasceram em liberdade e vão crescendo ao sol desta democracia, ganha pelos portugueses anti-facistas com enormes sacrifícios, muita luta e os mais bárbaros sofrimentos.

 

Almada é reconhecida como <capital do Associativismo popular >, assim disse o dr. José Malheiro. Feijó incluído, obviamente. Com efeito, quer as sociedades cooperativas de consumo, quer as sociedades filarmónicas de instrução,  recreio, arte e convívio familiar, sendo também pequenas universidades muito frequentadas pelos seus associados, possuíam valiosas bibliotecas recheadas com variadíssima literatura de autores de grande renome nacional e universal, onde se consultavam e liam esses bons livros, jornais e revistas, se ministravam aulas de cultural geral, cursos de línguas, de corte e costura, de lavoures e até de culinária.

 

Por isso,às vezes essas bibliotecas eram "visitadas" abusivamente pelos  esbirros da Pide, que remexiam em estantes, ficheiros e volumes, liam titulos, o nome dos autores, folheavam livros e "surripiavam" alguns, alegadamente subversivos, estarem proibídos pela censura ou no index.Oh, que danados tempos esses!

Também nas instalações das coletividades deste rincão da margem esquerda se realizavam palestras, conferencias, recitais musical - poéticos, teatro de bom nível, colóquios e debates sobre os mais variados temas, com a participação, por convites sempre bem aceites, de conceituados democratas,contrários à linha política e aos métodos opressivo-repressivos seguidos pelo regime ditatorial vigente, de tipo fascista.

 

E eram destacadas personalidades dos mais importantes sectores da vida nacional que vinham aqui conviver e dialogar com a malta, por certas verdades a nu, desmontar cabalas, esclarecer os presentes, falar-lhes no ideal da liberdade e nos valores da democracia, dos direitos sociais,políticos, civicos e humanos de todos os cidadãos, onde se firma a dignidade da pessoa.

O Clube Recreativo do Feijó, antes do 25 de Abril também teria passado por tão"ciclópicos trabalhos"?

Mas o seu riquissimo historial, como coletividade de recreio,cultura e convivio familiar, agora já reconhecida oficialmente como instituição de utilidade pública, estendendo a sua atividade à  esfera da educação fisica, pratica desportiva e ensino escolar em instalações suas, veio agora descrito em livro,reforçado com um esplendido album fotográfico.E o seu autor é o conhecido literato Alexandre Magno Flores, esse devotado pesquisador e incansável divulgador das obras e dos feitos humanos - coletivos desta comunidade almadense.

Na profunda"Abordagem Histórico-Sócio -Cultural" que faz aos 51 anos de vida do Clube Recreativo do Feijó, na sua prosa chã, fluente e até encantatória, despida de arrebiques e outros floreados gramaticais, Alexandre M. Flores torna-se credor da mais viva admiração e de muito obrigado do Povo do concelho de Almada.

Estendo estas felicitações, um muito obrigado e os mais sinceros parabéns ao Clube Recreativo do Feijó, pela magnífica obra já realizada e que por certo irá continuar com mais força, dinamismo e dedicação, sempre em busca de mais e melhor.

Parabéns!

 

 

 

 

Futsal Seniores, Clube Recreativo Sobredense venceu o Torneio Complementar

Taipina do lado do Sobredense e João Fonseca pelos piedenses estiveram em destaque com quatro golos

Joaquim Candeias, 02.07.22

Futsal 1 289021814_1322251441634221_11764049984056

A equipa do Clube Recreativo Sobredense, vencedora do Torneio Complementar da 1ª divisão da A.F.Setúbal, em futsal. No lado esquerdo da imagem e com o nº 9 Nuno Taipina, autor de quatro golos, três deles  na segunda parte, aos 31m,36m e 37m.

 

Realizou-se no passado dia 19 de Junho, a 7ª jornada e última, do Campeonato Distrital da 1ª Divisão, seniores masculinos/ Fase Complementar, com a turma do Clube Recreativo Sobredense, a partir para a última jornada, a liderar a prova, com mais três pontos do que Clube Recreativo Piedense.

 

Na última jornada o Clube Recreativo Sobredense, foi ao Pavilhão Municipal do Laranjeiro, vencer por 6 - 9, o Clube Desportivo da Cova da Piedade, em jogo muito produtivo a nível de score, com destaque para Nuno Taipina, da formação do Sobredense a marcar quatro golos, já no lado da turma da Coca da Piedade, sobressaiu João Fonseca, igualmente com quatro golos.

 

Com este triunfo a turma da Sobreda, terminou o campeonato ,com três pontos de vantagem sobre o CRPiedense, que desceu para a terceira posição, devido à derrota face caseira, 3-4 ante a turma do Grc Cariocas Fc, que com este triunfo ascendeu ao segundo lugar, por troca com a turma do CRPiedense

Futsal287305946_1062726041006368_42644128887044390

Ficha do jogo:

Partida realizada no Pavilhão Municipal, no Laranjeiro, este domingo dia 18 de Junho, entre o CD cova da Piedade e o Clube Recreativo Sobredense. Ao intervalo: 2 - 3. Resultado final:6 - 9.

Árbitro 1: Nuno Netos

1º Árbitro 2 : Ricardo Paulo

Cronometrist: Rui Pires

Golos:

0 - 1, no primeiro minuto de jogo, por Elvis Fortes(AG)

0 - 2, aos 5 m, por Danildo Sanches

1 - 2, aos 8 m, por João Fonseca

2 - 2, aos 18 m, por João Fonseca

2 - 3, aos 18m. por Athos Fernandes

2 - 4, aos 21 m, por Fábio Aguiar

2 - 5, aos 22 m, por  Nuno Taipina

3 - 5, aos 24 m, por João Fonseca

4 - 5, aos 27 m, por João Fonseca

5 - 5, aos 30 m, por  Pedro Quaresma

5 - 6 , aos 31 m, por Nuno Taipina

5 - 7, aos 33m. por Nuno Taipina

5 - 8, aos 36 m, por Nuno Taipina

5 - 9, aos 37 m, por Rodrigo Canato

6 - 9, aos 39 m, por Tiago Margalha

Equipas:

CD Cova da Piedade - Cinco inicial; Cristiano Prata, Pedro Quaresma(1), Miguel Rodrigues, João Fonseca(4) e Elvis Fortes(1AG). Jogaram ainda: Bruno Gama, Filipe Marques, Fábio Santos e Tiago Margalha(1)

Treinador: Mário Rui Nabais

Treinador adjunto: Paulo Santos

1º Delegado: Miguel Rebelo

2º Delegado: Fernando Luís Rebelo

Técnica de SBV - Dae: Vanda Sousa Santos

Clube Recreativo Sobredense - cinco inicial; Gonçalo Malcata: Rodrigo Canato(1), Fábio Lemos, André Amaro e Fábio Aguiar(1). Jogaram ainda:João Barreiros, João Alves, Nuno Taipina(4), Danilo Sanches(1), Luís Batista, Athos Fernandes(1) e Dinis Gonçalves.

Treinador: Gonçalo Bastos Ribeiro

Resultados da última jornada:

Cr Piedense 3 - 4 Grc Cariocas

Ass.Jovens "Os Caramelos" 1 - 5  A. Desp. Quinta do Conde

Clube Futsal Almada, 2 - 3 Cdcr Os Unidos

Clube Desp. Cova da Piedade 6 - 9 Clube Recreativo Sobredense

Classificação final:

1 º  Clube Recreativo Sobredense, 18 pontos

2 º Grc Cariocas, 16

3 º Clube Recreativo Piedense, 15

4 º A.Desportiva Quinta do Conde, 15

5 º Cdcr Os Unidos, 7

6 º Clube Futsal Almada, 6

7 º Clube Desp. Cova da Piedade, 5

8 º Associação  Jovens Os Caramelos, o pts