Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DESPORTO ALMADA

Informação Desportiva ,Crónicas, Reportagens,Entrevistas, Resultados Envie as noticias do seu clube para o e-mail joaquim.reporter@gmail.com

DESPORTO ALMADA

Informação Desportiva ,Crónicas, Reportagens,Entrevistas, Resultados Envie as noticias do seu clube para o e-mail joaquim.reporter@gmail.com

FUTEBOL FEMININO - Sofia Nunes, Atleta do Almada Atlético Clube, "Nunca é tarde para dar vida aos nossos Sonhos e Paixões".

Avatar do autor Joaquim Candeias, 15.04.20

IMG_9363.JPG

 Sofia Nunes,apesar de jogar como avançada, ela é uma polivalente,nesta equipa almadense.

O Almada Atlético Clube,numa aposta clara no futebol feminino, abriu as suas portas ao mesmo,e apesar de algumas dificuldades, de inicio, em preencher o plantel, a equipa, participou no Campeonato Nacional da 2 ª Divisão -Série "G",na presente época 2019/2020,1 ª fase,onde alcançou a última posição,tendo na última jornada perdido em casa por,1-2 com a formação AD Pasteis Bola.

 

Por meio ainda realizou uma eliminatória da Taça de Portugal,sendo eliminada, pela equipa do Paio Pires Futebol Clube, equipa que tal como o Amora Futebol Clube,ascenderam à fase final do respetivo nacional,que também acabou por ser suspenso e dado por concluído devido ao estado de emergência.

 

A formação almadense  que estava a participar na Taça Associação de Futebol de Setúbal,tendo no seu último jogo, levado por vencida, por 1 - 0 a turma do Futebol Clube Barreirense, e desde 8 de março,não mais voltou aos relvados, face ao estado de emergência relacionado com o Covid-19.

 

 

"Desporto Almada" entrevistou Sofia Nunes, para falar de si  da equipa e dos seus objetivos,uma entrevista agradável e onde a atleta almadense, nos conta a sua experiência de abraçar o futebol federado,pela primeira vez, apesar dos seus 32 anos de idade,realça que nunca é tarde para dar vida aos nossos Sonhos e Paixões".

 

"Vejo-me como uma pessoa lutadora, que não desiste mesmo quando as situações se colocam difíceis(...)"

IMG_9416.JPG

Na imagem  Sofia Nunes, após cometer falta sobre uma atleta adversária

- Quem é Sofia Nunes?

-" Sou a Sofia, tenho 32 anos nasci na ilha de Porto Santo, Madeira e o Futebol é a minha Paixão.Vejo-me como uma pessoa lutadora, que não desiste mesmo quando as situações se colocam difíceis e que luta para atingir os seus objectivos tanto a nível pessoal, profissional e desportivo. E acredito que o tempo, o esforço, o compromisso e a garra que colocamos nos nossos objectivos e a que nos propomos serão sempre recompensados. E nunca é tarde para dar vida aos nossos Sonhos e Paixões".

 

 

- Fale me do seu curriculum desportivo.

-" Este foi o meu primeiro ano como jogadora federada, já tinha praticado não futebol 11, mas futsal durante alguns anos no âmbito do desporto escolar na Escola Secundária Cacilhas-Tejo. No futebol 11 foi sem dúvida a primeira vez, apesar de já ser uma paixão antiga mas nunca tinha surgido a oportunidade, por motivos escolares e depois profissionais".

IMG_9351.JPG

Fase de perigo na baliza do Almada,com destaque para a guarda redes almadense que viria a defender uma grande penalidade, e assim a garantir o triunfo sobre a turma do Barreirense.

 

" A paixão falou mais alto e aqui estou hoje a representar o Almada Atlético Clube".

 

- Com apareceu o convite do Almada?

- " A oportunidade de vir para o Almada Atlético Clube, nasce de uma partilha via Facebook de uma amiga que me enviou a publicação dos treinos de captação, numa forma de brincadeira e depois daí aquele “bichinho” falou mais alto e vim fazer uns treinos e o Mister Rui Lourenço fez-me o convite para integrar a primeira equipa de Futebol Feminino do AAC ao qual ainda ponderei, mas a paixão falou mais alto e aqui estou hoje".

"Ao longo dos meses fomos nos tornando mais que uma Equipa uma Família(..)"

IMG_9283.JPG

A equipa inicial do Almada Atlético Clube que defrontou o  Futebol Clube Barreirense,em 8 de Março. Por sinal o último jogo da época.

 

- Uma analise  à carreira da equipa?

- " O ano zero da equipa feminina teve vários altos e baixos, todas viemos de situações desportivas de diversos níveis e com experiências diferentes, algumas foi sem dúvida a primeira vez. Mas ao longo dos meses fomos nos tornando mais que uma Equipa uma Família, a união, a força e a determinação de todas ao longo destes meses, fez com que todas fossemos evoluindo individualmente e colectivamente e é sem dúvida muito positivo e gratificante".

IMG_9383.JPG

A festa do golo apontado por  Ana Furtado,que garantiu o triunfo sobre o Barreirense, em jogo a contar para a Taça AFS.

- Nem sempre os resultados foram positivos,mas o certo é que a equipa evoluiu muito com o decorrer dos jogos. É da mesma opinião?

 

-" É verdade que se olharmos os resultados nem sempre reflectiram o nosso esforço em campo, mas isso não nos fez parar nem desistir. Somos umas guerreiras e assim continuaremos a lutar e a vestir com muito orgulho a camisola do Almada Atlético Clube na próxima época".

 

 

- Em relação a apoios quer destacar algum em especial? 

 

-" É de louvar que sem a excelente equipa técnica coordenada pelo Mister Rui Lourenço e o esforço do nosso patrocinador Orangetangent, que ao longo da época deram o seu melhor para nos proporcionar todas as condições. Na próxima época teremos novos desafios e o AAC vai mais uma vez apostar e teremos o arranque de uma equipa de sub-15, pois o futuro está na formação de novas jogadoras e elevar o Almada ao mais alto nível das competições nacionais".

 

 

"Como sonho pessoal,contribuir para o Almada atingir uma final da Taça e subir à 1ª Liga(...)e vestir a camisola do Clube Sport Marítimo...)"

IMG_9281.JPG

Antes do inicio  do jogo, o ambiente entre as almadenses era bem visivel

- Quais as suas ambições desportivas?

 

-"Todas temos sonhos e ambições, a nível pessoal a principal ambição é poder ajudar/contribuir para a equipa do AAC chegar a final da Taça de Portugal e poder subir à primeira divisão é uma grande desafio, mas a vida sem desafios não tem sabor. Como sonho pessoal, poder vestir a camisola do Clube Sport Marítimo e sem dúvida que vestir a camisola da Seleção Portuguesa seria uma honra. É um sonho não impossível, pois a vida é feita de improbalidades e não de impossibilidades e é nisso que gosto de acreditar e lutar, e é para isso que trabalho todos os dias, para fazer melhor e contribuir cada vez mais para a melhoria da nossa equipa do AAC e este sim é o Foco".

IMG_9274.JPG

- Com as provas desportivas paradas, devido ao Covid-19 Como vê toda essa situação?

 

- "Com a paragem do campeonato motivada pela situação actual do mundo, devido ao Covid-19 deixou-nos a todas um pouco “tristes”, pois estávamos num excelente momento físico e mental da equipa e com os novos reforços, começamos a transpor e a ver o nosso trabalho e esforço recompensado em resultados, mas todas temos consciência das nossas capacidades e juntas e cada uma a trabalhar em casa voltaremos ainda com mais força no arranque da próxima época. Esta foi apenas uma pausa que nos obrigou a parar mas a nossa Paixão é muito maior".

 

- Qual a posição que mais gosta de atuar?

-"Em jogo a posição em que me sinto mais confortável é como avançada, mas se for necessário ter de ajudar e fazer outra posição o esforço e empenho será o mesmo, o objectivo é ajudar a equipa e alcançar a vitória.

 

- Na equipa qual ou quais as atletas que gostaria de destacar?

- " Espero que ninguém me leve a mal, porque todas as jogadoras são fundamentais para o sucesso colectivo. Mas há jogadoras que marcam a diferença em campo e na interajuda e experiência que tem e é de ressalvar a dupla de centrais fantástica que temos, Gilda Rodrigues e Eunice Camacho; no meio campo a Mariana Malta, Ana Furtado e a Sara Alibhai (que teve uma evolução extraordinária), médio alas a Margarida Santos e Vany Rocha, a Guarda-redes Ana Cardoso que foi excepcional na entrega em cada jogo, e sem dúvida, que o papel da capitã Tânia Horta foi muito importante na gestão e organização do balneário.

Mas no fundo sozinhas nenhuma de nós consegue ganhar jogos, só a união a interajuda de todas permitiu que jogo a jogo tivéssemos evoluído e conquistado as merecidas vitórias".

IMG_9334.JPG

Sofia Nunes, a sua arma é a rapidez com que se desmarca, não dando hipoteses às suas adversárias

- Uma mensagem final para as jovens futebolistas?

 

- " Por fim, gostava de deixar uma mensagem a todas as mulheres/raparigas, vocês que tem um SONHO uma PAIXÃO, não desistam a idade é apenas um numero, pois o que nos destaca é a motivação, o empenho, a determinação e o compromisso para connosco e para com a camisola que vestimos a cada domingo ao pisarmos o relvado. Por isso, se tens um sonho aposta nele".

ANDEBOL- António Santos treinador do Almada AC questiona: É ou não importante o fomento e incentivo à pratica desportiva na comunidade almadense?

Avatar do autor Joaquim Candeias, 19.02.20

86293622_2727095100691723_1413108849577033728_o.jp

Aqui deixamos algumas questões colocadas por António Santos,treinador dos seniores do Almada Atlético Clube,que brilhantemente  apurou os almadenses para a  Fase Final do Campeonato Nacional da 2ª Divisão e onde vão  discutir o apuramento para o Nacional da 1ª Divisão.

O Andebol do Almada Atlético Clube,consumado o apuramento da equipa sénior de Andebol para a fase final do Campeonato Nacional da 2ª Divisão e como responsável técnico do Andebol Almadense, creio ser oportuno COLOCAR algumas questões que contribuam e possam e ajudar À REFLEXÃO de todos sobre a importância do Desporto junto da comunidade Almadense, particularmente e muito especificamente o ALMADA ATLETICO CLUBE.

E começo com uma pergunta que considero fundamental e que é a seguinte:

É OU NÂO IMPORTANTE O FOMENTO E INCENTIVO À PRÁTICA DESPORTIVA NA COMUNIDADE ALMADENSE?

A resposta a esta pergunta é obviamente SIM, caso contrário não fazia sentido que a legislação Portuguesa dissesse que o desporto surge como uma das necessidades fundamentais das comunidades locais afigurando-se um poderoso e potencial instrumento para o desenvolvimento local de uma determinada região/cidade e que configura um direito de todos.

É neste contexto que os agentes autárquicos, com formação especializada e profissional na área do desporto, que se ocupam da gestão dos serviços e da orientação das atividades desportivas e recreativas, têm um papel fundamental e em conjunto com os Clubes, devem impulsionar, fomentar e potenciar o desenvolvimento desportivo no Concelho de Almada, proporcionando aos jovens almadenses uma pratica desportiva permanente, continuada e regulada.

 

Na verdade, O Almada Atlético Clube tem dado ao longo de muitos anos de existência um ENORME CONTRIBUTO e tem tido um papel altamente importante no fomento e incentivo à prática desportiva junto da comunidade local, com resultados altamente positivos com particular destaque na área da integração e inclusão social.

 

Nesta sequência, surge no meu pensamento a ideia, como refiro atrás, que o Município de Almada e as suas Juntas de Freguesia devem pensar e rever em conjunto que tipo de desenvolvimento desportivo pretendem para os seus Munícipes.

 

Quais as responsabilidades que detêm no desenvolvimento Desportivo do Concelho Almadense?

Qual o plano de desenvolvimento?

Que tipo de pratica desportiva pretendem apoiar e desenvolver no seu concelho?

Recreativa?

Formativa?

Competitiva?

De lazer?

 

A verdade é que o desporto Almadense é em minha opinião descontinuado e anárquico sem linhas orientadoras sem rumo, sem plano.

 

Embora a prática do desporto seja um direito para todos, nem sempre é programada e organizada com o intuito de chegar a todos. Atualmente, em muitas regiões do país a atividade física ainda se encontra reservada a uma percentagem limitada da população como é o caso de Almada.

 

E porque O FUTURO É JÁ AMANHÃ, é por isso urgente intervir e apoiar o associativismo desportivo neste concelho, é urgente proporcionar aos Clubes todos os apoios necessários e ao seu alcance para colaborar, ajudar, e intervir num plano regional que envolva os Clubes numa ação concertada, no capítulo da organização, financiamento e nas estruturas.

 

É por isso fundamental estabelecer relações de reciprocidade entre o Município de Almada e o Almada Atlético Clube, encontrando consensos e ter fundamentalmente a perceção que o objetivo é comum a todos e que quem beneficia com essa concretização é a comunidade Almadense.

António Santos

Treinador da Equipa Sénior de Andebol

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

"Fica a minha solidariedade e apreço por alguém que não sendo almadense, não sendo do Almada Atlético Clube desde pequenino, como alguns querem fazer crer que são, vestiu a nossa camisola e tornou-a sua". Por :Carlos Santana

As verdades devem ser ditas. 

Aqui ficam as palavras sábias de alguém que dedicou e dedica uma parte significativa da sua vida ao desporto, em particular ao andebol.

As suas palavras, não sendo de um almadense, são gémeas das minhas que o sou.

Há muito que insisto nesta tecla. É bom perceber que não estamos sós.

Seria importante que o momento de alegria que se vive, pelo feito da equipa sénior de Andebol, fosse um catalisador para que o clube encontrasse o caminho da estabilidade desportiva e financeira.

Se não for fica pelo menos o nosso contributo.

Esta é a terceira época que o António Santos está connosco. A época passada subiu a nossa equipa Sénior à Segunda Divisão Nacional e esta época conseguiu o apuramento para a fase final que dá acesso à subida ao principal escalão do andebol português.

Fica a minha solidariedade e apreço por alguém que não sendo almadense, não sendo do Almada Atlético Clube desde pequenino, como alguns querem fazer crer que são, vestiu a nossa camisola e tornou-a sua.

Vice-Presidente
Carlos Santana

Foto: Almada AC

ANDEBOL 2ª DIVISÃO - Derrotas do Sporting e Alto Moinho colocam o Almada na luta pela fase seguinte, ao entrar para a última jornada

Avatar do autor Joaquim Candeias, 09.02.20

IMG_8506.JPG

 Imagem, aquando do jogo entre o Almada - Maritimo da 1ª volta.Foto:Joaquim Candeias

O Nacional da 2ª Divisão de Andebol, 1ª fase- Zona 3, teve este sábado a realização da penúltima jornada,com os dois lideres, Alto do Moinho e Sporting"B" a sairem derrotados e a baralharem a classificação, com o Almada Atlético Clube/Externato Gil Eanes e CDE Camões a entrarem para a última jornada em igualdade pontual com os lideres, todos com 41 pontos, e em que  só três clubes, passam para a fase seguinte.

 

O Almada recebeu no Pavihão Adelino Moura a turma do Lagoa Andebol Clube e somou os três pontos,com uma primeira parte muito equilibrada,13-13,mas na segunda parte os almadenses partiram para a vitória, com destaque para André Lourenço,autor de 8 golos.

 

Com este triunfo e face ás derrotas do Alto Moinho e Sporting, a formação almadense, depende apenas de si para se apurar para a fase seguinte, mas para isso terá que vencer na última jornada o Maritimo Madeira, no Funchal,uma cartada dificil, pois foi a formação da Madeira que veio ao continente derrotar o Alto do Moinho.

 

Resultados da 17ª Jornada

CDE Camões 28 - 25 Sporting CP"B"

Clube Vela Tavira 26 - 22  GM.1º Dezembro

CCR Alto Moinho  26 - 27  CS Maritimo Madeira

Almada Ac/Ext.Gil Eanes, 26 - 21 Lagoa Andebol Clube

CF Sassoeiros, 36 - 22 ACR Zona Azul

 

CLASSIFICAÇÃO

1º CCR Alto Moinho,41

2º Sporting CP "B",41

3º Almada AC/Ext.Gil Eanes,41

4º CDE Camões,41

5º Clube F. Sassoeiros,39

6º CS Maritimo Madeira,36

7º Lagoa Andebol Clube, 27

8º ACR Zona Azul, 26

9º Clube Vela Tavira, 25

10º GM 1º Dezembro, 23

 

18ª JORNADA E  ÚLTIMA - SABADO DIA 15 : 18,00 HORAS

Sporting Cp "B"     -    Vela de Tavira

ACr Zona Azul   -     CDE Camões

CS Maritimo Madeira  -  Almada AC/Ext.Gil Eanes

Lagoa Andebol Clube  -  CF Sassoeiros

GM 1º Dezembro  -  CCR Alto Moinho

 

GRANDE ROTA EUROPEIA CAMINHO DO ATLÂNTICO PASSA POR ALMADA

Avatar do autor Joaquim Candeias, 14.11.19

        PASSEIO INAUGURAL ESTE SÁBADO, 16 DE NOVEMBRO, ÀS 09H30, NA TRAFARIA

Capturar.PNG

O passeio inaugural do troço em Almada da Grande Rota Europeia Caminho do Atlântico (GR11- E9) acontece este sábado, às 09h30, na Avenida Bulhão Pato, naTrafaria.

Trata-se de um percurso linear com cerca de 17 km de extensão, no concelho de Almada, atravessando diferentes paisagens, que passará a estar homologado pela Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal (FCMP).

Há painéis de informação, folhetos e sinalética ao longo do percurso, que liga a Trafaria e o Porto Brandão à base militar da Nato, na Fonte da Telha, no extremo sul do concelho.

O percurso incia-se na Trafaria ou em Porto Brandão, unindo estas duas vilas ribeirinhas à Reserva Botânica da Mata dos Medos, com uma biodiversidade ímpar e espécies únicas.

Atravessa o topo da Arriba Fóssil da Costa da Caparica, uma formação geológica protegida desde 1984, pelo seu interesse científico e paisagístico, com miradouros únicos sobre o Atlântico.

Os caminhantes passam ainda pelo Convento dos Capuchos, um edifício do século XVI, que hoje acolhe diversos eventos culturais.

Podem também visitar a Costa da Caparica, saboreando a oferta gastronómica desta cidade, que oferece ainda uma frente de praias com 13 km de extensão, de espaços de lazer, zonas comerciais e de animação nocturna.

Neste troço da GR11-E9 Caminho do Atlântico é finalmente possível visitar três antigas fortificações militares, duas delas em avançado estado de degradação, mas que nos contam uma parte da história da defesa da barra do Tejo.

Forte da Raposeira foi construído em 1893 e 1911. Integrava várias baterias de costa, integrando o sistema de fortificações do Campo Entrincheirado de Lisboa.

Forte de Alpena, construído no final do século XIX, complementando a defesa da costa, que após a II Guerra Mundial perdeu a sua função militar, tornando-se um sistema de paióis .

Forte da Raposa (não visitável), foi o 6.º reduto de defesa da costa marítima portuguesa, estando desactivado desde 1999.

O troço termina no extremo sul do cocnelho de Almada, junto às instalações militares da NATO, onde o percurso entra no concelho de Sesimbra.

A Câmara Municipal de Almada é a entidade promotora deste troço, que teve a  coordenação técnica e implementação do Clube Ibérico de Montanhismo e Orientação, associado da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.

FOLHETO

 

PASSEIO INAUGURAL DA GRANDE ROTA DO ATLÂNTICO GR11 – E9

Troço no concelho de Almada

Sábado – 16 de novembro – 09h30 – Trafaria

Avenida Bulhão Pato

Junto à rotunda da estação de barcos

Participação gratuita

Há autocarro para trazer os participantes de volta à Trafaria, após chegada aos Capuchos/Fonte da Telha

Oferta de passa montanhas, água e fruta

Comunicado de Imprensa-Cmalmada

Almada, 13 de novembro de 2019