Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DESPORTO ALMADA

Informação Desportiva ,Crónicas, Reportagens,Entrevistas, Resultados Envie as noticias do seu clube para o e-mail joaquim.reporter@gmail.com

DESPORTO ALMADA

Informação Desportiva ,Crónicas, Reportagens,Entrevistas, Resultados Envie as noticias do seu clube para o e-mail joaquim.reporter@gmail.com

SAD DO COVA DA PIEDADE ESPERA QUE ATITUDES INTEMPESTIVAS QUE ACABE DE FORMA DEFINITIVA

Avatar do autor Joaquim Candeias, 02.11.19

"Esperamos desta forma que acabe de forma definitiva o conjunto de atitudes intempestivas que foram tomadas esta época e que se perceba que o estádio não é de uma pessoa singular mas sim de todos nós"60169527_679535002490778_1565143613749329920_n.png

A SAD - do Clube Desportivo da Cova da Piedade,em comunicado publicado na sua página oficial no  facebook,na passada quinta feira, vem esclarecer que tem autorização por parte da Câmara Municipal de Almada, na colocação de paineis publicitários, no interior do Estádio Municipal "José Martins Vieira", a tempo inteiro, não visível na via pública,publicidade essa, que lhe vinha sendo negada pela direção do Clube Desportivo da Cova da Piedade, ao longo de 3 anos e meio.

Paineis esses que foram colocados aquando do jogo como Sport Lisboa Benfica, para a Taça de Portugal e que foram removidos,no passado dia 31 de outubro,sem que a Sad tivesse conhecimento,o que levou a administração da SAD a reagir e a emitir o seguinte comunicado:

COMUNICADO - Painéis publicitários - Estádio Municipal José Martins Vieira

O Clube Desportivo Cova da Piedade Futebol SAD vem pelo presente meio comunicar que recebeu, por parte da Câmara Municipal de Almada, autorização para a permanência dos painéis publicitários, a tempo inteiro, bem como a colocação de novos no interior do Estádio José Martins Vieira não visível na via pública.


Agradecemos desde já à Câmara Municipal de Almada a autorização e a informação de que o estádio Municipal pode e deve promover o Município, bem como, através dos patrocinadores locais e Nacionais, elevar o Clube Desportivo do Cova da Piedade, as gentes da Cova da Piedade e de Almada, informação esta que, curiosamente, foi ao longo destes 3 anos e meio ocultada e inclusive dito que tal era proibido por parte do Presidente do Clube à Administração da SAD.

Para mais informamos que, na eventualidade da organização de eventos que não sejam da competência do Clube Desportivo Cova da Piedade SAD, os mesmos serão prontamente removidos por elementos da nossa estrutura.
O presente comunicado surge no seguimento dos eventos ocorridos durante o dia de hoje, no qual os painéis foram removidos sem o nosso conhecimento, a mando do Presidente do Clube.
Agradecemos de igual modo aos nossos patrocinadores o facto de terem aceite as nossas desculpas, bem como a todo o staff envolvido na fixação dos painéis, que não mereciam tal desconsideração.
Esperamos desta forma que acabe de forma definitiva o conjunto de atitudes intempestivas que foram tomadas esta época e que se perceba que o estádio não é de uma pessoa singular mas sim de todos nós. A Administração pede assim paz e que se possa concentrar na melhoria dos resultados desportivos, com vista aos objectivos a que se propôs, e que o consiga com menor dificuldade que na época transacta, e que se pare de causar prejuízos desportivos como os da pré-época e estes episódios que só retiram o foco à equipa profissional.
Os nossos adversários deverão ser os que jogamos ao fim de semana e não os da nossa casa.
Por um Clube Desportivo Da Cova da Piedade e SAD, juntos somos mais fortes.
A administração.
Cova da Piedade,31 de Outubro

FUTEBOL-CAMPEONATO NACIONAL DE SENIORES-FASE DE MANUTENÇÃO SÉRIE H

Avatar do autor Joaquim Candeias, 17.02.14

 CLUBE DESPORTIVO DA COVA DA PIEDADE EMPATA COM O UNIÃO MONTEMOR

A equipa do Cova da Piedade e do União Montemor voltaram a medir forças no respetivo nacional, desta vez na fase de manutenção e o empate voltou a acontecer. Nesta  imagem o perigo a rondar a baliza piedense, num jogo de poucas oportunidades, mas foi o jovem guarda redes João Marreiros, aos 51 minutos de jogo que negou mesmo o golo aos alentejanos, com uma espetacular defesa  a desviar o esférico para canto a um remate de Condesso.
(Nota- durante o dia de segunda feira publicaremos a crónica do Jogo Cova da Piedade- União Montemor e dos juniores Cova da Piedade-Fabril).
Nesta jornada os grandes beneficiados foram o Louletano e o Quarteirense que souberam tirar partido do fator casa.
Resultados da 1ª jornada da Fase de Manutenção
Cova da Piedade 0-  U. Montemor,0
Barreirense, 0- Esp. Lagos,0
Louletano,1-Moura,0
Quarteirense,2-Almodôvar,1
Classificaçã0
   
P
J
V
E
D
GM
GS
DG
1 Moura16100101-1
2 Louletano141100101
3 Cova da Piedade141010000
4
 U. Montemor131010000
5
 Quarteirense12100101-1
6
 Barreirense111010000
7 Almodôvar101100101
8 Esp. Lagos71010000

COVA DA PIEDADE CAMPEÃO DISTRITAL

Avatar do autor Joaquim Candeias, 26.05.13

COVA DA PIEDADE SAGROU-SE CAMPEÃO DISTRITAL A UMA JORNADA DO FIM

 O Clube Desportivo da Cova da Piedade entrou para a penúltima jornada do campeonato a necessitar apenas de um empate e de uma escorregadela do Almada, e foi a conjugação destes dois resultados, empate dos piedenses, em casa ante a turma do Montijo e a derrota do Almada no reduto do Desportivo Portugal, garantiu aos piedenses terem feito a festa de campeões e assim a garantirem a subida ao Nacional da 2ª Divisão, um regresso 25 anos depois de ter descido do respetivo nacional.

Assim que o jogo terminou a festa foi de arromba, com jogadores,técnicos,dirigentes e associados a darem largas ao seu contentamento, pelo feito alcançado pelo clube e mais ainda por regressar a um campeonato impensável há uns anos atrás, e só possível face ao novo figurino das provas nacionais, que extinguiu o Nacional da 3ª Divisão, criando o Nacional da 2ª Divisão, com os campeões distritais a ingressaram diretamente no nacional.

 

Com a bancada reservada aos associados completamente repleta de associados e familiares de atletas que ostentavam cartazes com o nome de alguns jogadores, o ambiente foi de exaltação pelo feito da equipa, com o público a festejar nas bancadas a subida do seu Piedade, enquanto no relvado sintético os jogadores continuavam efusivamente a festejar o título distrital. Festa essa que se prolongou nos balneários, aí sim foi uma festa que meteu muita água, com técnicos, dirigentes a serem submetidos ao duche da praxe, depois a festa prolongou-se pelo corredor dos balneários com os jogadores a subirem ao bar do clube e nas escadarias, a cantarem em uníssimo”Olé,Olé Piedade Campeão.

Sem dúvidas uma festa indescritível de um grupo de trabalho que trabalhou arduamente, pois a caminhada até ao titulo não foi fácil e que decerto vai ver os seus nomes ficarem na História do Desportivo. E bem merecem.

  “FOMOS CAMPEÕES COM TODO O MÉRITO, DAI ESTAR ORGULHOSO POR LIDERAR ESTE EXCELENTE GRUPO DE TRABALHO”

Palavras do técnico Sérgio Boris, depois da festa de arromba nos balneários dos piedenses

 - Uma caminhada que não foi fácil?

“Sim, não foi fácil, foi um campeonato muito bem disputado, no primeiro terço do campeonato, acusamos o fato de ter partido para o campeonato com apenas 19 jogadores e isso limitou-nos um pouco, face a algumas lesões, depois alargamos mais o plantel e começámos a ter mais soluções e aos poucos conseguimos superar e assumirmos a nossa candidatura, ao contrário de outras equipas, que não o fizeram. Direi que foi um campeonato bastante renhido e em que destaco o Almada,Alfarim e Alcochetense”

- O Cova da Piedade foi um campeão com mérito?

“ Direi que o titulo fala por si, trabalhamos ao longo da época para hoje podermos estar aqui a festejar esta importante conquista, como técnico estou orgulhoso de poder liderar este grupo de trabalho, lutamos arduamente e aqui está a nossa recompensa que foi o Titulo”

- Como técnico o que nos tem para dizer sobre as emoções que viveu à pouco nos balneários, na festa dos seus jogadores?

“Naturalmente, comovido e ao mesmo tempo grato a estes jogadores por me terem proporcionado este momento marcante na minha carreira, que foi colocar o Cova da Piedade na 2ª Divisão Nacional, eu estou orgulhoso por ter tido a oportunidade de liderar este excelente grupo de jogadores, eles também estão orgulhosos por representarem o clube e decerto vão ficar na história do Desportivo”

- Como vai ser a próxima época, já falou com a direção do clube? Vai continuar no comando técnico do Cova da Piedade?

 

“ O meu pensamento principal passava por conquistar o título distrital, o presente é que me preocupava, hoje alcançámos o objetivo, que foi sermos campeões, um objetivo que assumimos e concretizamos. Quanto ao futuro, agora que estou liberto dessas emoções iremos conversar e depois logo se vê”.

 Aqui fica o registo do diálogo que mantivemos com o técnico, campeão, decerto que no seu horizonte estará a sua continuidade á frente do comando técnico dos piedenses, mas nada ainda, está definido.

No intervalo do jogo de séniores foram entregues as faixas de campeões à jovem equipa de iniciados   do Clube Desportivo da Cova da Piedade,campeões distritais e que assim vão participar no Nacional da respetiva categoria.na imagem o presidente Manuel Branquinho   a fazer entrega da faixa de campeão.                                                                                     

                                                                                                                                                                             

                                                       FICHA DO JOGO

Partida realizada no Estádio Municipal José Martins Vieira, no dia 25 de Maio, jogo relativo à 29ª jornada do Distrital da 1ªDivisão da A.F.S. Ao intervalo: 2-0. Arbitragem de Paulo Barradas que foi auxiliado por André Loução e João Martinho.

Cova da Piedade- Nuno Madureira; Tralhão, Bruno Gaspar, Pedro Henriques e Tiago Meira (cap.) (Serginho, aos 87 minutos); Milton,Filipe,Travassos (João Carmo, aos 66 minutos) e Carlos Carvalho (Rui Pereira, aos 82 minutos); Jessy e Hugo Rosa.

Treinador- Sérgio Bóris

Ação disciplinar-Cartão amarelo para Pedro Henriques (60m) e Tiago Meira (52m).

Jogadores não utilizados- João Marreiros, Ruben, Catota e Edimir

 

Olímpico Montijo- Luís (Carlos Miguel, aos 48 minutos); Sarico,Gil (cap),Fábio, e Santana; Danilo, Carlitos (Rui Berto, aos 84 minutos),Queijinho (Pelé, aos 84 minutos) e Cami;Zé Carlos e Marcos.

Treinador- Tiago Fatia

Ação disciplinar-cartão amarelo para Gil (42m),Sarico (70m) e Fábio (90m).

Jogadores não utilizados-Projecto,Cartaxo e Leo.

Golos: 1-0 aos 11 minutos por Tiago Meira com um forte remate cruzado levou o esférico a anichar-se nas redes de Luís, mais um golão do capitão China.

2-0, aos 33 minutos por Bruno Gaspar que uma vez mais em bolas paradas vai à área adversário e de cabeça antecipou-se aos defensores visitantes e fez um excelente golo.

2-1,aos 60 minutos por Gil, na conversão de uma grande penalidade a castigar mão de Pedro Henriques, o capitão visitante com um forte remate não deu hipótese a Madureira.

2-2, aos 88 minutos por Zé Carlos, ante a apatia da defesa piedense.

 

A equipa piedense estava sensibilizada para a importância desta partida, o certo é que foi a equipa do Montijo que aos 3 minutos viu o guarda-redes Nuno Madureira a opor-se com determinação a um remate cruzado de um jogador visitante, volvidos mais alguns minutos e o perigo rondou de novo o último reduto da turma da casa. Aos poucos foi entrando no jogo e á passagem dos 11 minutos colocou-se em vantagem, vantagem essa que dilatou ainda antes do intervalo.

 

Na segunda parte a equipa da casa, aos 50 minutos ainda chegou ao golo, mas o golo foi invalidado já que Jessy estava em posição irregular. A equipa montijense que também estava interessada em pontuar, para sair da zona da despromoção, reduziu a desvantagem, mas os pupilos comandados por Sérgio Boris, continuaram com o seu futebol ofensivo e desfrutaram de algumas oportunidades de golo, mas aquém faltou o discernimento necessário para finalizar com êxito e como se diz quem não marca sofre, foi o que aconteceu já perto do final da partida com a turma do Olímpico a chegar ao empate.

 A vitória dos piedenses seria o resultado mais justo, o certo é que a formação visitante nunca baixou os braços e acabou por fazer jus ao ponto conquistado.

 

O trabalho do árbitro Paulo Barradas, foi positivo tanto no aspeto técnico, sempre em cima dos lances e ajuizou acertadamente os lances mais duvidosos. No aspeto disciplinar, deixou os jogadores jogarem, tentou passar despercebido e quando foi necessário agiu disciplinarmente.

 

 

 O capitão piedense Tiago Meira, que com um espetacular golo logo aos 11 minutos de jogo deu a natural tranquilidade à equipa.

Nos balneários a festa foi assim"campeões, nós somos campeões,ole,olé Cova da Piedade