Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DESPORTO ALMADA

Informação Desportiva ,Crónicas, Reportagens,Entrevistas, Resultados Envie as noticias do seu clube para o e-mail joaquim.reporter@gmail.com

DESPORTO ALMADA

Informação Desportiva ,Crónicas, Reportagens,Entrevistas, Resultados Envie as noticias do seu clube para o e-mail joaquim.reporter@gmail.com

TELMA MONTEIRO CAMPEÃ DA EUROPA DE JUDO PELA SEXTA VEZ

Aos 35 anos, Telma Monteiro continua a dar cartas no panorama do judo internacional. Depois de ter j

Joaquim Candeias, 16.04.21

image (5).jpg

Foto:Nuno Veiga /Lusa

Telma Monteiro conquistou nesta sexta-feira, pela sexta vez, a medalha de ouro no Campeonato da Europa de judo. Em Lisboa, na categoria de -57kg, a judoca portuguesa bateu a eslovena Kaja Kajzer na final e arrecadou a 15.ª medalha em Europeus

 

Aos 35 anos, Telma Monteiro continua a dar cartas no panorama do judo internacional. Depois de ter já garantido uma medalha, ao apurar-se para a final (num percurso com vários golden score), a judoca de Almada voltou a precisar do ponto de ouro para conseguir o título

 

E fê-lo com um ippon aos 39 segundos do desempate por golden score, num movimento que deixou Kaja Kajzer no chão e que, de certa forma, serviu de resposta a uma derrota que já havia sofrido diante da mesma adversária, em 2018.

Esta sexta medalha de ouro em Europeus junta-se às duas de prata e às sete de bronze que já venceu ao longo da carreira nesta competição - já havia sido campeã em Tampere (2006), Belgrado (2007), Tbilissi (2009), Cheliabinsk (2012) e Baku (2015).

Para a atingir, Telma Monteiro teve de desbravar caminho até à final. Começou por afastar a experiente austríaca Sabrina Filzmoser (waza-ari) e a belga Mina Libeer (ippon), marcando depois encontro com a kosovar Nora Gjakova

 

 

Este resultado, mais um de altíssimo nível, será um impulso importante para encarar com optimismo uma presença nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no final de Julho. E os sorrisos (e lágrimas) que mostrou na cerimónia de entrega de medalhas serão um sinal de que os sacrifícios que tem feito (a combater também as lesões) continuam a dar frutos.

É fantástico. É difícil encontrar palavras, foi duro, foi uma preparação muito dura. Magoei-me no ombro quando estava a preparar-me para o Europeu e para o apuramento olímpico. Tinha esta oportunidade de disputar o título em casa, foi extremamente difícil, mas quando acordei de manhã senti que ia fazer

Fonte: Lusa